Educação e Desenvolvimento

A importância de ler para um filho

Por Nívea Salgado
@Mildicasdemae

Aproveite a campanha de incentivo à leitura da Disney e estimule o hábito aí na sua casa!

A importância de ler para um filho

Aqui em casa temos uma rotina bem estabelecida na hora de dormir. Cacá não abre mão de tomar seu leitinho, depois escova os dentes e se prepara para ouvir uma história em sua cama, aninhada ao meu lado. Não importa que dia da semana é, se estou cansada, se ela está quase fechando os olhos de tanto sono: o momento do livro é sagrado, desde que ela era bem pequenininha.

Trouxe esse hábito para a vida da pequena quando ela ainda era bebê. Com o passar do tempo, as histórias começaram a ficar maiores e menos repetitivas. 

De início ela queria a previsibilidade de um enredo conhecido - tanto que passávamos meses falando de Cinderela. E ai de mim se tentasse outra! Só que nossos filhos vão crescendo, as fases mudam, e seus interesses também.

Um livro que marcou bastante a nossa rotina foi “365 histórias para dormir”, da Disney - pois é, a magia não está presente apenas nos desenhos animados e nos parques! Está nos livros também! 

Confesso que comprei para Catarina em função de uma lembrança gostosa da infância (naquela época, também havia uma coleção que contava uma historinha por dia, só que dividida em quatro volumes, de acordo com a estação do ano). Foi a primeira vez que a filhota aceitou que eu lesse um novo conto a cada noite (justamente porque são pequenos, eles não cansam e são perfeitos para crianças menores, que em poucos minutos dispersam).

Com o livro, Cacá realmente pegou gosto pela leitura. As princesas, Woody e Buzz, de Toy Story, a menina Alice, e muitos outros me ajudaram a despertar na filhota o interesse pelas palavras. E o mais bonito é que agora ela já consegue ler alguns trechos sozinha, sem minha ajuda.

Quando lemos para uma criança, estamos fazendo mais do que contar uma simples história. Estamos aumentando seu vocabulário, estimulando sua imaginação e sua capacidade de abstração - porque o pequeno precisa aprender a “enxergar" o que está sendo contado dentro de sua cabeça. Ler para um filho é mostrar a ele que é possível viajar, sem sair do próprio quarto. Que dá para viver grandes aventuras sem que você precise gastar muito.

A geração de nossos filhos está mais do que habituada a usar dispositivos eletrônicos. A internet faz parte do cotidiano deles, desde que nasceram. Mas, se por um lado, eles estão expostos a uma quantidade infindável de informação, por outro podem não ter outras habilidades fundamentais bem desenvolvidas, como a criatividade (já que tudo vem pronto, e de forma quase instantânea). 

E dá para estimular um filho a ser mais criativo? Menos ansioso e mais paciente? Eu acredito que a leitura é uma das melhores ferramentas para isso!

Aproveite a campanha “Ler é Mágico” que a Disney está lançando no mês de março e incentive a leitura aí na sua casa. 

(Foto: Arquivo pessoal)