Educação e Desenvolvimento

Quando devo levar meu filho ao psicólogo?

Por Helena e Joana Cardoso

Como saber se é mesmo hora de pedir ajuda...

Quando devo levar meu filho ao psicólogo?

Para começar, é preciso saber que uma terapia infantil não tem o mesmo formato da terapia dos adultos. As crianças não sentam no sofá e começam a falar todas suas angústias e medos durante uma hora.

É através das brincadeiras que esse entendimento se dá. Portanto, não existe um pré-requisito de saber falar, pois ela se expressa de outra formas que não a linguagem verbal.

Para entender se seu filho precisa ir a um psicólogo, observe se existe algum sintoma persistente que tem atrapalhado seu desenvolvimento ou o seu bem-estar. É através do seu comportamento que a criança demonstra que alguma coisa não está bem.

Normalmente, os sintomas infantis estão relacionados a alguma situação familiar, e a criança é apenas a porta-voz do que está acontecendo. Mesmo que ela não saiba ou não entenda o que é, absorve e manifesta esse conflito na forma de um sintoma.

Sendo assim, é indicado que os pais se incluam no tratamento, seja em uma terapia familiar ou de forma ativa e presente na terapia infantil.

É certo que, resolvendo a questão maior entre os pais, o sintoma infantil desaparece imediatamente. Ele é apenas uma reação a algo mais amplo na família.

Independentemente da idade, não se pode imaginar que o psicólogo resolverá sozinho qualquer problema. A participação dos pais é tão fundamental quanto o saber psicológico.

A criança apenas responde ao sistema em que ela vive. Não vale levar a criança semanalmente à terapia se você não estiver disposto trabalhar por você também.

Por Joana Cardoso

(Foto: Getty Images)