Família

10 livros para ler com seu filho antes que ele cresça

Por Patrícia Cerqueira
@Comida Boa Muda Tudo

Ou antes que ele (ou ela) aprenda a ler e te exclua dessa atividade tão prazerosa

10 livros para ler com seu filho antes que ele cresça

São muitos os livros infantis para ler com e para os filhos. Deixo aqui 10 sugestões, singelas, que tive o prazer de ler para os meus filhos e que eles amaram. Poderiam ser 20, 30, 40 sugestões. Mas daí a lista ficaria enorme...

Não é um ranking. São livros que eu tive o prazer de descobrir com os meus filhos. Aliás, a maternidade me deu o privilégio de conhecer a literatura infantil e os incríveis livros produzidos para esse público.

Tive a oportunidade de ler livros emocionantes, com ilustrações incríveis e histórias inspiradoras. Minha recomendação: leia sempre para seus filhos! Leia livros que eles gostem e que você também se divirta. 

O momento da leitura com os filhos só é comparável com o momento das refeições à mesa com a família - e sem eletrônicos. Únicos, indivisíveis.

Boa leitura!

 

  • No País das Formigas, de Menotti del Picchia. Conta a história de dois meninos muito danados, que se metem numa grande enrascada ao beberam um líquido e ficarem menores que formigas. Os dois têm de voltar para casa, o que é uma grande aventura para duas minúsculas criaturas. O texto é de 1932 e continua atual.
  • Caçadas de Pedrinho, de Monteiro Lobato. O livro foi escrito em 1933, mas Monteiro Lobato é um escritor universal que faz clássicos, ou seja, com textos que perduram por décadas. Pedrinho e sua turma vão caçar uma onça e se metem em muitas confusões. 
  • Da Pequena Toupeira que Queria Saber Quem Fez Cocô na Cabeça Dela, de Werner Holzwarth. É um dos meus livros preferidos. A dona Toupeira é uma criatura persistente e determinada. Não sossega até descobrir quem fez cocô na cabeça dela.
  • O Reizinho Mandão, de Ruth Rocha. Um dos livros clássicos da autora paulistana, que traz a história do "Cala boca já morreu. Quem manda a minha boca sou eu", aquele frase que as crianças falam para os adultos.
  • Menina Bonita do Laço de Fita, da Ana Maria Machado. Um dos livros preferidos do Miguel, conta a busca do coelho branco para ser pretinho lindo como Menina Bonita.
  • Zeropeia, do Herbert de Souza (Betinho). Ganhei esse livro da minha irmã e fiquei muito surpresa com a história da dona Centopeia que escuta a opinião alheia e acaba sem nenhum pé.
  • Flicts, de Ziraldo. Um dos livros mais impactantes do escritor e ilustrador, traz a história de uma cor que não se encaixa, que não se encontra, que se sente deslocada do mundo, a cor Flicts.
  • O Rei Bigodeira e sua Banheira, Audrey Wood. Um dos livros preferidos do Samuel, traz a curiosa história de um rei que decide não sair mais de dentro da banheira e toda a corte tem de atender aos pedidos bem inusitados do monarca. As ilustrações são um momento à parte. Parecem uma obra de arte. Claramente inspiradas nos renascentistas.
  • Para Onde Vai a Quinta-Feira, Janeen Brian e Stephen Michael King. Miguel ganhou este livro adorável num aniversário e traz a jornada de um urso fofo para saber o destino no dia do seu aniversário.
  • Até as Princesas Soltam Pum, Ilan Brenmam. É uma divertida história entre um pai e sua filha e as princesas.
  • BÔNUS: A Cicatriz, Ilan Brenmam. Esse livro foi muito significativo para o Miguel. Ele me fazia ler praticamente todas as noites durante muito tempo, até fazer sentido a cicatriz que ele carrega no tórax. Ele descobriu, como a personagem do livro, que todos temos uma cicatriz.

 

Beijos,

Patrícia

(Foto: Getty Images)