Família

A regra da televisão (e como ela organizou a rotina da minha filha)

Por Nívea Salgado
@Mildicasdemae

As coisas andavam bem bagunçadas por aqui, até que a televisão ajudou a colocar ordem na casa. Mas talvez não como você imagina!

A regra da televisão (e como ela organizou a rotina da minha filha)

Como a questão da televisão é tratada na sua casa? Pois por aqui a relação com ela sempre foi, de certa forma, conflituosa.

Nos dias de hoje, é praticamente impossível manter a TV longe da rotina dos pequenos, depois de uma certa idade. E se ela dá uma ajuda indiscutível em certas ocasiões (naqueles vinte minutos em que você precisa terminar uma tarefa da casa, do trabalho ou mesmo tomar um simples banho), pode também atrapalhar os planos de colocar as crianças para dormir cedo ou prender a atenção dos filhotes de tal maneira que acaba com a conversa entre os integrantes da família. Já parou para pensar?

Pois ao invés de ficar brigando eternamente contra a televisão, eu resolvi torná-la minha aliada para resolver um problema antigo: a falta de colaboração da pequena no cumprimento de horários.

A saída para o ballet, para a natação, para a escola eram momentos de tortura, com uma pequenina que corria pela casa, fazia gracinhas, não colocava a roupa e se recusava a escovar os dentes.

Claro que, do outro lado, estava eu: estressada, irritada, e por vezes aos berros, para tentar colocar ordem na rotina. Mas de nada adiantava! Chegávamos a todos os compromissos em cima da hora ou alguns minutos atrasadas, para meu desespero.

Como resolver a questão?

A resposta foi tão simples, que me perguntei por que não havia pensado nisso antes. Simplesmente deixei a regra clara: se nos atrasássemos para qualquer dos compromissos da pequena, por falta de colaboração, a televisão estaria proibida pelo resto do dia! 

Talvez algumas pessoas me considerem muito severa ou "militar", afinal, não seria questão apenas de conversar com a filhota, para que ela não se atrasasse mais?

Pois acreditem: foram meses de conversa sem sucesso, enquanto a regra da televisão resolveu o problema de imediato! Miraculosamente, passamos a chegar com bastante antecedência (e não é que eu me tornei uma mãe muito melhor, que não precisa gritar todos os dias?).

Apenas um exemplo de como esperteza de mãe e um pouquinho de limite fazem toda a diferença!

(Foto: 123RF)

comentarios filhos, maternidade, televisão