Moda e Beleza

8 conselhos de beleza de mães para filhas

Descubra como podemos ajudar as adolescentes a reconhecerem a própria beleza e quais são os cuidados básicos que podem ser adotados desde cedo

8 conselhos de beleza de mães para filhas

A beleza de uma mulher começa a se desenhar cedo e é influenciada por hábitos que desenvolvemos desde a infância. Mas é na adolescência que as mães devem dedicar mais cuidado a esse assunto e aconselhar as filhas com carinho.

Afinal, os hormônios ficam a mil e transformam o corpo das meninas, o que leva muitas a terem dificuldades de autoaceitação. “A mãe que primeiro valoriza e aceita a si mesma transmite à filha uma segurança maior em entender o que realmente significa beleza”, pontua a psicóloga Sueli Castilho.

Segundo ela, é possível incentivar cuidados com a aparência nas adolescentes, sem gerar preocupações excessivas com a estética ou criar uma paranoia com padrões de beleza. Veja a seguir o que Sueli e outros quatro especialistas recomendam que as mães passem às filhas. 

A beleza é relativa

Mostre à adolescente que mulheres com diferentes biótipos podem ser belas e apreciadas. “Quando a menina aprende desde pequena que beleza é uma definição relativa, que a perfeição não existe e que cada cultura valoriza um padrão diferente, ela entende que a beleza não é um conceito universal e único e que cada ser humano tem sua beleza própria. Assim, fica mais fácil não assimilar o culto da beleza idealizada”, pondera a psicóloga Sueli Castilho.

Faça elogios

É importante que a mãe toque, abrace e elogie a filha constantemente. “Se você disser que ela está feia, ela vai se achar feia, porque ainda não tem o referencial de bonito e feio. É preciso dizer ‘Você é linda’ e ‘Olha o seu cabelo como é bonito’”, diz a psicoterapeuta Maura de Albanesi. Isso não só gera autoestima, como ensina a criança a ver sua beleza e elogiar pelo exemplo. “Eu, mãe, também vou me elogiar. Vou olhar no espelho e dizer ‘Nossa! Que mãe você tem, hein, filha?’. Aí já começa uma brincadeira, você elogia o pai, tudo de forma natural”, completa.

A água é sua maior aliada

A água é o melhor hidratante. É acessível, barata e eficiente. Mas, além de beber oito copos por dia para manter a pele hidratada por dentro, é preciso criar nas jovens alguns hábitos. “Lavar o rosto três vezes ao dia com um sabonete suave e livre de óleo e água morna ou fria – jamais quente, para não estimular a produção de sebo –, é importante para melhorar o aspecto da pele. Os sabonetes precisam ser anticépticos e bactericidas”, recomenda a dermatologista Inaê Cavalcanti, da DOM Medicina Personalizada.

Aprenda a ler rótulos

As adolescentes estão usando cosméticos cada vez mais cedo. Por isso, ler as informações das embalagens é importante para evitar componentes nocivos. “Procure produtos livres de óleo mineral, um derivado do petróleo usado na indústria dos cosméticos por suas propriedades emolientes e por ser extremamente barato. Ele não é absorvido pela pele, não hidrata e tem ação comedogênica, ou seja, obstrui os poros e impede a penetração de outros princípios ativos”, alerta a esteticista Isabel Luiza Piatti, da Buona Vita Cosméticos. Ela avisa para ficar de olho nas palavras mineral oil, paraffin oil ou paraffinum liquidum nos rótulos. “Também é indicado evitar cosméticos com outras substâncias nocivas, como o propilenoglicol, parafina e conservantes liberadores de formol, como o DMDM Hydantoin e Imidazolidinyl Urea. Evite ainda os produtos que tragam methylparaben, propylparaben, ethylparaben, isobutylparaben, butylparaben, benzylparaben e isopropylparaben”, ensina.

Não se compare

As mães precisam incentivar as filhas a valorizarem a própria beleza para que elas desenvolvam autoestima e não se comparem com outras garotas. Cada uma é diferente e tem suas características. “Se a mãe não percebe a dificuldade da filha na autoaceitação corporal, ela pode colaborar para a baixa autoestima”, observa Castilho.

Use protetor solar

O excesso de exposição ao sol é um dos fatores que mais provocam problemas de pele no futuro. “O sol que a pessoa toma nos primeiros dez anos de vida determina toda a velocidade do envelhecimento da pele dela para o resto da vida. Por essa razão, é essencial usar protetor solar no mínimo duas vezes ao dia”, diz o dermatologista Abdo Salomão. “Além disso, o sol resseca o couro cabeludo, as glândulas sebáceas e acaba diminuindo a vitalidade do cabelo”, acrescenta.

Pratique exercícios físicos

Além de ajudarem a manter um peso saudável, o que previne tanto o aparecimento de estrias como da celulite, eles auxiliam no fortalecimento do corpo e aliviam a dor de carregar uma mochila de forma errada, como aponta Piatti. No entanto, é preciso ter alguns cuidados. “A jovem deve evitar musculação em excesso na adolescência porque glúteos e coxas muito grandes acabam gerando estrias”, alerta Salomão.

Tenha uma alimentação equilibrada

Comer bem é tão importante quanto uma alimentação saudável, que se reflete na saúde da pele, do cabelo, no funcionamento do intestino e no surgimento da acne. “Evite o consumo de alimentos industrializados, dos enlatados e embutidos”, recomenda Piatti. “Evitar o sobrepeso tem implicações na saúde e na aparência. Saiba a procedência da carne que seus filhos comem, por exemplo, porque hoje em dia os animais são alimentados com hormônios demais”, diz Salomão.

(Foto: Getty Images)