Moda e Beleza

Maquiando com pó translúcido

Por Karen Bachini

Saiba tudo sobre esse tipo de produto e descubra os motivos pelos quais ele precisa estar no seu nécessaire!

Maquiando com pó translúcido

De tempos em tempos aparecem produtos que viram febre e, do nada, quando você percebe, ninguém consegue mais viver sem ele.

Foi assim com o pó translúcido, que tem o poder de deixar a pele sequinha e os poros corrigidos por muito tempo, sem fazer a pele ficar pesada e alterar a cor da maquiagem.

Tudo isso acontece por causa da sua composição que, dentre outras coisas, contém sílica, que é um ótimo ingrediente quando a ideia é deixar a oleosidade da pele controlada... Mas ele também pode refletir luz, fazendo desse produto um grande vilão.

Sabe quando você vê a foto de uma celebridade e o queixo, a testa ou o contorno dos olhos dela estão cinza, quase branco? Muitas vezes isso acontece por causa do pó translúcido!

Esse efeito tão temido é que faz muita gente deixar o produto de lado quando, na verdade, só deveriam se preocupar com o excesso dele - da mesma forma que pó compacto, base, corretivo e todas as outras coisas que em excesso não ficam legais na make.

Sem falar que nem só o pó translúcido reflete na hora de tirar fotos com flash, né? Existem vários outros produtos que podem causar esse efeito e isso também varia muito da maneira que o fotógrafo usa o flash - aqui em Babble eu já falei um pouquinho sobre o assunto!

Com certeza, a maneira mais comum de usar esse tipo de produto é aplicá-lo nas regiões mais oleosas da pele, para deixar aquele aspecto macio e matificado que todo mundo adora!

Mas a verdade é que existem outras formas muito legais de aproveitar esse tipo de produto: ele é perfeito para deixar aquele batom que você ama com efeito veludo nos lábios; ajuda a proteger a maquiagem abaixo dos olhos de borrões na hora de fazer um olho mais escuro (é só aplicar bastante pó abaixo dos olhos e, depois de aplicar sombras escuras na pálpebra, varrer o excesso de pó junto com a sujeirinha que cair nas maçãs do rosto) e ainda pode fazer a sombra durar muito mais, quando aplicado como um primer na pálpebra.

Eu sempre uso o pó translúcido no meu dia a dia, muitas vezes para assentar o corretivo e controlar a oleosidade na zona T. Sinceramente tenho até usado-o em ocasiões mais importantes também, mesmo quando vão rolar fotografias.

O único cuidado que eu tenho é de não deixar o produto acumulado. Por isso, eu aplico o pó com um pincel bem macio e esfumo bastante o local, para que saia qualquer excesso. Uma dica para quem sempre acaba aplicando pó demais é comprar a versão compactada do produto que, quando aplicada com uma esponjinha de maquiagem, deixa um resultado mais leve na pele.

No fim das contas, acho que não existe essa de produto vilão da maquiagem. Tudo precisa ser testado até que você descubra quais são as melhores opções para a sua pele e, principalmente, para o tipo de maquiagem que você gosta de usar.

Talvez o pó translúcido realmente deixe o seu rosto um pouquinho esbranquiçado em fotos com flash, mas se você amar o efeito matificante que ele deixa nas áreas mais oleosas do seu rosto, ainda assim pode valer a pena, né?

Maquiagem é isso: muitos erros, acertos e, principalmente, diversão até a gente descobrir do que mais gosta... E quando finalmente descobrimos isso, já lançaram mil coisas novas e é hora de testar tudo outra vez!

(Foto: Arquivo pessoal)