Natal

O que fazer com os pratos não consumidos nas ceias?

Saiba como congelar os alimentos para evitar o desperdício e faça criativas receitas

O que fazer com os pratos não consumidos nas ceias?

As ceias natalinas e de Réveillon costumam ser marcadas por receitas deliciosas e pela fartura. O problema geralmente vem depois que a comemoração acaba e muita comida ainda resta na geladeira - e a calça já não fecha direito por ter comido tanto, mas esse é um assunto para depois... Bom, mas o que pode ser feito para evitar o desperdício dos alimentos?

Alguns pratos precisam receber um fim logo, sem chance de argumentação. É o caso das famosas maioneses, salpicões e outras receitas que levam ovos e batata cozidos, que só devem ser consumidos até o dia seguinte (e desde que mantidos sob refrigeração).

Saladas cruas, pudins e gelatinas também não podem ser congelados. Resumindo: ou voltam para a mesa no dia seguinte ou vão oferecer riscos posteriores para seu organismo.

Transforma aqui, congela ali

Existem muitas ideias para você reaproveitar os alimentos que restaram. As frutas secas e castanhas, por exemplo, podem ser misturadas em um recipiente para criar um delicioso mix de frutas e nuts, opção de lanchinho para a família.

Já as frescas podem render geleias ou compotas ou, ainda, serem congeladas. Neste caso, bata a fruta no liquidificador com um pouco de água e congele-a em formas de gelo para criar uma polpa que pode ser usada depois para sucos e caldas.

E como falamos em congelamento, esta é a melhor saída para a maioria dos pratos. Se nenhum deles tiver sido preparado às vésperas da festa e congelado anteriormente, basta guardá-los no freezer em potes apropriados – e só.

Pratos prontos podem ser armazenados por até 3 meses e descongelados no próprio forno. Os demais alimentos podem ser descongelados no refrigerador ou em temperatura ambiente por até 2 horas.

O panetone, onipresente nas ceias, também pode ser congelado. Depois, para consumí-lo, deixe-o em temperatura ambiente e, por último, esquente suas fatias no micro-ondas. Ficará ainda mais gostoso!

O que congelar das ceias?

Veja só:

  • Arroz puro, sem complementos como castanhas ou passas.
  • Aves, peixes, carnes bovinas e suínas prontas.
  • Massas em geral, desde que o molho branco (se for o caso) tenha sido engrossado com amido de milho em vez de farinha de trigo.
  • Queijos, com exceção da ricota e o de minas.
  • Farofas, sem ovos cozidos.
  • Tortas salgadas, igualmente sem ovo cozido.
  • Pavês, tortas e bolos.
  • Vegetais crus poder ir para o freezer se passarem pelo processo de branqueamento, que consiste em serem imersos em água fervente por cerca de 5 minutos (até ficarem al dente) e, imediatamente depois, resfriados em água com gelo pelo mesmo período de tempo. Em seguida, seque e embale-os para o freezer. Se cozidos antes da ceia, eles não precisam ser branqueados antes do congelamento.
  • Sobrou tomate? Melhor fazer um molho simples com eles, batendo-os no liquidificador com algumas ervas e temperos antes de irem ao congelador. Certo?

 

E como congelar?

É simples: mantenha o alimento protegido do ar frio do congelador em potes de plástico ou vidro apropriados para este fim, papel-filme, sacos plásticos (tipo ziplock) e papel-alumínio com a face brilhante voltada para o alimento. Pratos prontos ficam melhor armazenados em potes plásticos com tampas. Ah! Não se esqueça de identificar os potes com o nome do prato e a data em que ele foi congelado.

Amanhã de manhã...

É bem provável que, no dia seguinte, seus convidados prefiram petiscar em vez de se jogarem em novos (e cheios) pratos. Pensando nisso, a chef, apresentadora e consultora Vivi Araújo compartilha algumas receitas para reutilizar alimentos já prontos de uma maneira bem prática:

  • Rabanada de panetone é opção perfeita para o café da manhã:
    • 6 fatias médias de panetone
    • 3 xícaras (chá) de leite
    • 4 colheres (sopa) de mel ou açúcar
    • Raspas de 1 laranja
    • Suco de 1 laranja
    • 4 ovos
    • Manteiga sem sal para fritar
    • Açúcar com canela (opcional)
      Misture em um prato fundo o leite com o mel, as raspas e o suco da laranja. Bata os ovos ligeiramente em outro recipiente. Passe as fatias de panetone no leite e, depois, nos ovos. Frite em uma frigideira com manteiga. Passe no açúcar com canela. Se desejar coloque doce de leite ou creme de avelãs entre as fatias e sirva em seguida.

 

  • O lanche de pernil especial pode substituir o almoço ou ser servido em um brunch ou no café da tarde. Mas atenção: como vai cachaça, só deve ser oferecido aos adultos, ok? Se quiser servir às crianças, exclua a bebida alcóolica da receita:
    • 2 pães (francês)
    • 4 fatias de pernil assado
    • 2 cebolas em rodelas
    • 3 tomates, sem sementes, em rodelas finas
    • 1 pimentão verde em rodelas
    • 1 pimentão vermelho em rodelas
    • 1 xícara (café) de cachaça
    • 4 fatias de queijo prato
    • 1 colher (sopa) de extrato de tomate
    • 2 dentes de alho picados
    • Cominho, salsa, sal e pimenta-do-reino a gosto
    • ½ xícara (chá) de azeite
      Em uma frigideira, aqueça o azeite e doure o alho. Adicione os pimentões e deixe refogar até murcharem. Acrescente as cebolas e deixe amolecer bem. Misture o extrato de tomate até ficar bem homogêneo, adicione a cachaça e deixe apurar. Coloque as rodelas de tomate e vá mexendo aos poucos, até aquecê-las. Tempere com sal, pimenta e finalize com o cominho e salsa. Em uma assadeira, distribua nos dois pães a carne, coberta com o molho de legumes e 2 fatias de queijo prato cada. Tampe-os e leve ao forno, preaquecido, a 200 °C até derreter o queijo (cerca de 5 minutos). Sirva com molho de pimenta.

 

(Foto: Getty Images)