Carreira

Não gosto do meu trabalho!

Por Helena e Joana Cardoso

Como ter coragem de pedir demissão?

Não gosto do meu trabalho!

É bem comum no que chamamos de geração y encontrar pessoas que, já aos trinta e poucos anos, questionam seu trabalho e a sua qualidade de vida. Sentem vontade de largar tudo e viajar, como se essa fosse a única solução para uma insatisfação profissional.

Não nos enganemos: não existe trabalho perfeito, como também não existe solução ideal. Não é porque largar tudo e tirar um ano sabático deu certo com seu vizinho, que necessariamente dará para você.

Cada indivíduo tem um perfil. Todos nós sabemos que ninguém é igual a ninguém. Portanto, se não há um padrão humano, também não haverá um padrão de felicidade no trabalho.

Precisamos nos conhecer, procurar perceber quais são os nossos valores, qual a nossa expectativa de vida, para então entender que tipo de trabalho nos serve.

Se você é do “tipo família” não é indicado que, por exemplo, trabalhe embarcado. Já se você ama viajar não deve se adaptar bem a um emprego fixo, com poucos dias de férias no ano.

O importante é refletir sobre quais são as suas prioridades no momento, para encontrar um emprego que se adeque a elas.

É sempre importante ressaltar que todos nós mudamos ao longo da vida e, o que nos traz felicidade hoje, pode não trazer mais daqui alguns anos. Ai então é o momento de questionar quais novos caminhos você quer tomar. Lembrando que mudar não é sinônimo de pedir demissão e viajar. Há uma revolução ideal para cada um - não adianta “pegar cola” do vizinho.

Por Helena Cardoso

(Foto: Morguefile)