Carreira

Sua carreira é uma escada ou um trepa-trepa?

Por Daniela Folloni
@blogitmae

A maternidade fez você rever a sua vida profissional? Antes de achar que está dando passos para trás, saiba o que pensa a executiva do Facebook, Sheryl Sandberg

Sua carreira é uma escada ou um trepa-trepa?

Acabei de ler o livro Faça Acontecer, escrito pela mais alta executiva do Facebook, Sheryl Sandberg. O livro é cheio de inspiração para mulheres que, assim como você e eu, desejam ser realizadas com mães, mas também como profissionais. Um dos capítulos que mais chamou minha atenção foi aquele que fez uma comparativo entre um carreira escada e uma carreira trepa-trepa.

Segundo Sheryl, a gente cresce e se desenvolve profissionalmente acreditando que nossa trajetória precisa ser como a subida em uma escada. A cada etapa, precisamos estar em degrau mais alto, deixando os mais baixos para trás. Retroceder, nesse contexto, é sinal de fracasso.

Já na carreira trepa-trepa, as opções para chegar ao topo são muitas. Pense naquele brinquedo dos parquinhos que inspirou o nome desse conceito. Para ir até o local mais alto, você pode andar de lado e também optar pela estratégia de descer para um degrau mais baixo, mas que vai possibilitar uma subida mais fácil depois.

Depois que a mulher tem filhos, nem sempre ela quer ficar no mesmo emprego, na mesma função, vivendo os mesmos desafios profissionais. Costumo dizer que os filhos são o motor do sucesso feminino porque depois da maternidade a gente reavalia muitas coisas em nossa vida - tudo para ficar próximas da nossa verdade.

É como se os filhos fossem uma chamado para a gente fazer o que realmente vale a pena. Quando batem esses questionamentos e, por exemplo, surge a ideia de montar um negócio próprio ou experimentar uma nova carreira, bate também a sensação de estar andando para trás. "A essa altura da vida você vai mudar tudo e começar do zero?", questiona uma vozinha lá dentro.

Se isso acontecer com você, pense primeiro que direta ou indiretamente, tudo o que você acumulou de know-how e tudo o que você estudou vai sempre servir como base em qualquer virada profissional. Ninguém tira de você a experiência acumulada. Pense também a longo prazo. Mesmo que você não ganhe o mesmo que ganhava no começo, está plantando uma nova realidade para colher frutos mais saborosos e compatíveis com o seu novo conceito de ser uma mulher bem-sucedida.