Comportamento

Crianças no clima da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™

Por Daniela Folloni
@blogitmae

Como os bem pequenos vão entender o que este evento significa?

Crianças no clima da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™

Em 2010, a Bela era muito pequena e o Fe estava na barriga. Então, esta é a primeira Copa que meus filhos vão entender direito o que esta acontecendo. Enquanto que para o mundo a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™ pode ser uma coisa óbvia, para crianças pequenas ela ainda é uma novidade.

Meu marido e eu nos demos conta de que, sim, precisávamos dar um jeito de explicar o que está acontecendo e vai acontecer no Brasil neste próximo mês. Afinal, a gente quer que eles participem e curtam, do jeito deles, esse momento em que o Brasil vai parar.

Custou, mas agora o Felipe, de 3 anos, entendeu que ele pode, sim, torcer pelo Palmeiras e também pelo Brasil. O pai fez um trabalho bem feito de convencimento verde e branco que o menino só queria saber de torcer para o Palestra. Nem queria saber de Brasil. Também precisamos explicar que o Neymar que joga no Barcelona também joga no Brasil. Esse futebol globalizado dá um trabalho danado!

O que ajudou a colocar as crianças no clima verde e amarelo - e entenderem um pouco melhor porque raios só se fala em Copa - foi o álbum de figurinhas. Nada como ver as fotos dos jogadores, as bandeiras dos países para ter uma noção maior do que significa o tal campeonato mundial.

A Bela, de quase 6 anos, já até decorou o nome de alguns jogadores japoneses que volta e meia aparecem nas fotos repetidas!

As lembrancinhas das últimas festinhas de aniversário dos coleguinhas também foram aliadas para os pequenos aqui em casa entrarem no clima de Copa. Cá pra nós, os diversos acessórios da Copa à venda na 25 de Março resolveram a vida das mães dos aniversariantes (quer tema mais propício?). E quando os dias de jogos chegarem, vamos juntar todos os apetrechos do Brasil que guardamos na sacola da Copa (outro ritual que inventamos aqui em casa) e levar para a casa dos amigos. 

Assistam ou não aos jogos grudadinhos na tevê, entendam ou não as regras do futebol, uma coisa é certa: nossos pequenos vão poder sentir a energia da torcida e essa coisa intensa que é a festa brasileira em torno do futebol. Coisa que não se explica. Simplesmente se vive. E assim como aconteceu com a gente, nossa cultura vai entrando pelos poros. E eles também vão começar se contagiar pela magia desse evento que só acontece de quatro em quatro anos e faz nosso coração bater mais forte. Especialmente quando a gente pode gritar: É goooooool do Brasil!

 

(Foto: Acervo pessoal)