Comportamento

As dúvidas que toda grávida tem

Por Nívea Salgado
@Mildicasdemae

Não, não são aquelas que você discute com o obstetra. Estamos falando daquilo que só uma amiga que já é mãe pode te responder...

As dúvidas que toda grávida tem

Estar grávida é viver em um maravilhoso mundo de sonhos... E de dúvidas também!

"Será que o bebê está se desenvolvendo bem? O que posso e não posso comer? Será que é menino ou menina?"

Essas são apenas algumas, para as quais a medicina atual e a tecnologia costumam ter as respostas. Nos dias de hoje, antes do bebê nascer, é possível saber o sexo, identificar possíveis problemas e até mesmo fazer tratamentos que antes só eram feitos no pós-parto.

Mas há ainda os medos, as angústias, as perguntas que toda grávida costuma fazer e sobre as quais os médicos pouco têm a informar. Estamos falando sobre aquilo que apenas quem já é mãe pode revelar, porque viveu na pele e pode contar por experiência própria. E é exatamente sobre isso que gostaria de escrever no post de hoje.

Nos últimos dias de gravidez, lembro-me de ter um questionamento que não me deixava em paz: "será que eu vou dar conta de um bebê?". Eu não tinha prática alguma (aliás, aprendi a trocar fraldas meia hora antes de sair da maternidade, naquele momento do "é agora ou nunca"!) e não sabia o que faria quando minha filha nascesse. Foi quando uma amiga me disse algo que nunca esquecerei: "sim, você vai dar conta, tenha certeza! Por um único motivo: você não tem opção! Por isso, independente de como for, fique tranquila - você encontrará a SUA forma de ser mãe".

Quer ver outra coisa que me tirava o sono? A possibilidade de passar as noites em claro (porque quando você está a dias do parto, não faltam pessoas a recomendar que você durma o máximo que puder, porque depois não conseguirá!).

Trocadilhos à parte, eu não poderia imaginar como suportar as noites interrompidas, porque dormia oito horas de sono pesado. Pois eu posso afirmar a vocês: sabe quando você vai voltar a dormir como antes? Nunca mais! Ou melhor, depois de alguns meses, ou anos, você terá direito a algumas noites gostosas. Mas lá dentro do cérebro ficará ativado um botãozinho de alerta, que será acionado com uma simples tosse ou murmúrio no quarto ao lado.

Por fim, deixo uma última resposta, porque tenho certeza de que você que está grávida se faz essa pergunta: "minha vida um dia voltará ao normal?". E eu digo que não! Nâo mesmo! Ela será preenchida com um amor inimaginável, que dará razão a todos os seus dias. Você será muito mais feliz!

(Imagem:rahego/Creative Commons)

comentarios gravidez, grávida, bebê, dúvidas