Comportamento

Emma Hack e sua arte fascinante

Por Renata Deos

A australiana Emma Hack faz um tipo de arte difícil. Se não for executada por alguém que tenha sensibilidade e bom gosto, vira um desastre puro

Emma Hack e sua arte fascinante

Foi um caso de paixão. Vi o trabalho de Emma Hack e me apaixonei, por isso compartilho com vocês. Tantas artes, tantos artistas, tantas técnicas...

Eu confesso que arte corporal sempre me dava medo pelo limite tênue entre o vulgar e o belo. Aquele colorido nos corpos com tintas. Um tanto carnavalesco me parecia. Tatuagem já é mais tranquilo. Mas ao ver o trabalho dessa australiana fiquei encantada. Talvez porque não seja apenas o corpo e sim o conjunto corpo e quadro se misturando.

Na quarta-feira, 25 de junho, ela abre uma exposição que vai até 2 de agosto na galeria Rebecca Hossack, em Londres, e terá o desafio de pintar ao vivo uma obra. Desafio porque terá público e porque, como vocês podem ver no último vídeo aqui, uma pintura pode durar mais de 8 horas!

Entre tantos trabalhos já realizados destaco dois. Emma é autora da pintura que é base do videoclipe da música "Somebody that I used to know", de Gotye, e também de um trabalho para uma empresa brasileira. Confira o resultado do videoclipe e no outro vídeo o processo de criação da artista, desde a pintura até o produto final.

Para conferir todo o trabalho de Emma Hack basta dar uma olhada no site oficial da artista.

 

(Imagens: Reproduções da divulgação da exposição e reproduções do vídeo)