Comportamento

O que os maridos admiram nas esposas

Eles apontam as características fortes das mulheres com as quais convivem, revelando o que mais gostam nelas

O que os maridos admiram nas esposas

Nós nos desdobramos em mil na tentativa de ser uma supermulher: a esposa dedicada, a mãe amorosa, a profissional competente, a filha atenciosa, a amiga boa de papo e ainda cuidamos para estar com os cabelos, as unhas, a beleza, o humor e a dieta em dia. Ufa!

Mas será que o mundo enxerga isso? Está bem, nem precisa ser o mundo todo. Vamos reduzir para a opinião de quem está ali, dia a dia, ao nosso lado. Como os nossos parceiros nos veem?

Perguntamos a alguns maridos o que eles mais admiram em suas esposas. É uma pequena amostra, uma espécie de termômetro, mas já deu para ver que – ufa de novo! – nosso esforço não é em vão. Sim, eles reconhecem nossas qualidades. Inclusive as que nem sabemos que possuímos!

Apostamos que você vai se identificarem várias situações. Pergunte ao seu par e confirme.

“O que eu mais admiro na minha esposa é a sua criatividade! Não canso de me surpreender com a preocupação que ela tem com os mínimos detalhes para não deixar os nossos dias virarem uma monótona rotina. Ela me motiva a querer estar sempre ao lado dela!”, declara Filipe Cardinali, 31 anos, casado há 6 anos com Joice Aguiar, 39 anos.

“O que eu admiro na minha esposa é que ela faz muita coisa bem feita: cuida dos filhos, é chefe do departamento dela, faz academia e é uma superesposa – ou seja, ainda tem que me aguentar. Só ela mesmo!”, brinca Eugênio Nassu, 45 anos, casado há 17 anos com Vivian Tamaki, 44 anos.

“A pergunta é difícil porque o dia a dia e a convivência embotam a nossa sensibilidade e impedem que observemos o outro como antes. Acho que admiro, acima de tudo, a maneira como a maternidade foi natural e fácil para ela. Não há nada mais feminino que ser mãe com tamanha ternura, e isso só a torna mais amável como mulher. Além disso, admiro muito como a liderança e a determinação de uma adulta convivem com a insegurança e a carência de uma menina, personalidade complexa que confunde, surpreende, mas também apaixona”, revela Sérgio Bento, 35 anos, casado há 4 anos com Joyce Rosa, 33 anos.

“Eu admiro na minha esposa a persistência e o carinho que ela dedica às nossas coisas. Aos nossos problemas, nossos trabalhos, nossos filhos, enfim, todas as coisas que vivemos juntos!”, conta Antônio Augusto Souza, 60 anos, casado há 33 anos com Márcia de Souza Lima

Casal com filho

“O que mais admiro na minha esposa é a parceria que temos. Ela é, acima de tudo, uma grande amiga. Ela conquista minha admiração a cada dia pela dedicação e vontade constante de agradar a mim e nossa filha. Ela é sensacional!”, exalta Gustavo Ribeiro, 52 anos, casado há 14 anos com Rosana Alevato, 41 anos.

“Difícil não ser clichê nessas horas, mas o que eu mais admiro na Manu são características que eu preciso evoluir. Ela é muito determinada, sabe aonde quer chegar e se planeja para isso. Tem um coração enorme, empatia e sem dúvida é muito espontânea, o que facilita o convívio com as pessoas”, destaca Alberto Nascimento, 35 anos, casado há 2 anos com Emanuelle Lemos de Sousa, 31 anos.

“A Tati é uma mulher dedicada, pra cima, atenciosa e corajosa: ela morava sozinha em outra cidade e veio morar comigo, largou praticamente tudo. Por isso eu a admiro tanto!”, conta Thiago Cristani, 28 anos, casado há 3 anos com Tatiane Melo, 22 anos.

“O que mais admiro na minha esposa é a sua cumplicidade comigo e a mãe extraordinária que ela é para os nossos filhos. Eu a admiro pelo simples fato de não encontrar palavras que possam justificar o contrário”, diz Roberto Moura Silveira, 70 anos, casado há 47 anos com Sônia Silveira, 69 anos.

(Fotos: Getty Images)