Comportamento

Você é compulsiva por compras?

Por Renata Deos

Um alerta sobre a compulsão por compras e sua "promessa" de felicidade

Você é compulsiva por compras?

Você sabia que o prazer dos compulsivos por compras está no ato da compra e não necessariamente na posse ou no uso do que foi comprado?

Segundo a médica e autora do livro "Mentes Consumistas - Do Consumismo à Compulsão Por Compras", Ana Beatriz Barbosa Silva, geralmente as compras compulsivas acabam sendo deixadas de lado, enquanto a pessoa se concentra em novos alvos de desejo.

A compulsão por compras é uma doença e tem nome: oniomania. A médica explica que ela desencadeia quadros bastante semelhantes aos da dependência química e tem características comuns com outras doenças "modernas", como a bulimia, a anorexia, o TOC (Transtorno Obsessivo-Compulsivo) e o TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade).

Embora comprar não seja um ato ilegal, muitos oniomaníacos se sentem culpados e chegam a esconder seus hábitos até mesmo das pessoas mais próximas.

Ana Beatriz destaca uma característica particular dos compulsivos por compras: embaralhar sua identidade com as marcas dos objetos que compra. É a confusão do "ser" com o "ter". Além de acreditar que sua felicidade depende da quantidade de coisas que pode comprar para si e para os outros.

Isso o leva para uma escalada de consumo sem fim, na busca constante pelos - cada vez menores - momentos de prazer proporcionados a cada nova compra.

O livro acaba de ser lançado e ajuda a identificar os estopins que podem desencadear a compulsão por compras, inclusive com um check list para se avaliar. Tem também um Top 10 de intervenções comportamentais, dicas para quem sofre do mal e casos reais da experiência clínica da autora, que ilustram o sofrimento e a dinâmica da mente do compulsivo por compras. A editora é a Principium.

No cinema, um outro livro que tratava sobre compulsão por compras foi adaptado. Quem não se lembra do "Os Delírios de Consumo de Becky Bloom", de 2009? Confira o trailer para relembrar:

 

E você? Tem seus momentos de delírios de consumo?
 

(Imagens de reprodução da capa do livro)