Cozinha

É tempo de alcachofra

Por Patrícia Cerqueira
@Comida Boa Muda Tudo

Entre os meses de setembro e outubro, a planta com jeito de flor está no auge do seu sabor. Que tal aproveitar para apresentar aos seus filhos?

É tempo de alcachofra

Alcachofra é uma planta, mas parece uma flor. Tem um sabor que lembra, vagamente, azeitona e uma textura macia. Eu adoro. Mas, aqui em casa, eu era a única. Tanto que nunca tinha comprado a fresca. Apenas as em conserva, para durarem o tempo suficiente até que fossem consumidas apenas por mim.

Dia desses, porém, fui convencida pelo meu feirante predileto a levar duas para casa. O convite foi irressistível. Ele apareceu com elas enquanto eu estava em outra barraca e disse:

- Leve essas e sirva para o marido. Comam acompanhadas de um bom vinho. Só isso basta.

Adorei. Fui convencida. Só que eu não sabia como fazer. O feirante me explicou com paciência: 

- Coloque água salgada em uma panela, quando ferver acrescente as alcachofras. Coloque um prato sobre elas para que fiquem mergulhadas. Deixe ferver até que você consiga arrancar uma pétala com facilidade. Faça um vinagrete, desses de churrasco, e molhe as pétalas nele. Hummmm!

Fiz desse jeitinho. Obriguei o marido a experimentar (rsrsrs). Ele gostou muito, tanto que empolgou o Samuel a comer também. O garoto curtiu. Já o Miguel.... bom, Miguel, foi Miguel. Ou seja, agradeceu e ficou no arroz com feijão, seu porto seguro.

Comer alcachofra é lúdico. Primeiro porque não se usa talheres. É com os dedos. Arranca-se as pétalas, que serão mergulhadas em algum molho, e se come apenas a pontinha. É divertido. Experimente. Não é difícil de fazer. Nem é assim tão caro. Além de garantir mais uma novidade no cardápio da família. Experimente. Se arrisque e ofereça aos filhos pequenos, bebês. Não há contraindicação.

Beijos,
Patricia

(Foto: Getty Images)

comentarios alcachofra