Cozinha

Alimentos: insetos são o futuro?

Por Jorge Freire Jr.

Será que os insetos farão parte da nossa alimentação daqui algum tempo? Eu acredito que sim

Alimentos: insetos são o futuro?

A população mundial está crescendo e deve chegar, em 2050, a mais de 9,2 bilhões de habitantes. Mais gente representa que mais alimentos deverão ser produzidos. E a alimentação será um grande problema que teremos de resolver no meio do século XXI.

Como iremos alimentar essas 9 bilhões de pessoas?

Uma das respostas é aumentar a produtividade no cultivo/criação de grãos, verduras, frutas, gado, aves etc. Porém, ao desenvolver técnicas para aumentar a produtividade, esbarramos nos produtos transgênicos, que ainda estão causando muitas dúvidas relacionadas à nossa saúde.

A alimentação de um povo é influenciada por circunstâncias culturais, pessoais e econômicas. Uma nação que tem escassez de alimentos por causa do clima, por exemplo, precisa achar meios para se alimentar.

No agreste do Brasil é normal famílias se alimentarem de calangos e em vários locais do mundo os insetos são fontes de alimento. E talvez, Jovens Padawans, esse seja o caminho.

Vamos deixar o nojinho de lado e analisar os insetos. Sabia que a formiga tanajura possui mais proteínas (42,59%) do que a carne de frango (23%) ou bovina (20%)? Ou seja, em 100 gramas de formiga você tem o dobro de proteína do que a bovina! E, convenhamos, criar formiga é mais fácil do que um boi. 

O Oriente já sabe disso faz um bom tempo. Lá é normal achar espetinhos de gafanhotos e outras guloseimas que fariam Timão e Pumba, de O Rei Leão, chorar de felicidade! Já catalogaram mais de 1800 espécies de insetos comestíveis no mundo! Gente, 1800 é muita coisa...é até irracional não aproveitar esses insetos como alimento!

Acredito, e muito, que no futuro iremos introduzir essa nova classe alimentar em nossa dieta. Primeiramente, teremos de vencer o paradigma do nojinho e tal. Passado isso, que é algo cultural, a desnutrição será uma página virada na nossa civilização.

O que você acha? Os insetos serão o futuro da alimentação?

(Via UNESP)