Cozinha

Que tal um cogumelo para o jantar?

Por Patrícia Cerqueira
@Comida Boa Muda Tudo

Tipos de cogumelos e sugestões de como fazer

Que tal um cogumelo para o jantar?

Cogumelos comestíveis são as comidas mais bacanas, saudáveis e versáteis que existem. Pelo menos eu acho. Adoro qualquer tipo. Muito mais os frescos e o em conserva do que o seco. Mas não recuso nenhum. Samuel também adora. Aprendeu a comer nos restaurantes japoneses. Provou e foi amor a primeira vista. Miguel ainda resiste. A consistência macia e o sabor mais terroso são uma grande barreira para o caçula de paladar mais sensível e exigente. Acredito, porém, que muito em breve ele vai se render a essa delícia incrível. Me culpo porque demorei muito tempo para incluir os cogumelos nas refeições dos meninos. Se puder, inclua esse fungo incrivelmente saudável (é um excelente substituto da carne vermelha) nas papinhas dos pequenos o quanto antes. Não há contraindicação.

O que tenho ficado encantada é com a  crescente variedade desse fungo à venda tanto no sacolão que frequento quanto na barraca de verduras e legumes da feira que costumo visitar para abastecer a casa. Será que é assim em outros cantos da cidade e do país? Comprei um shimeji muito branco e de sabor incrivelmente suave. Também adquiri o do tipo portobello, grande e lindo (os da foto). Os mais comuns entre os paulistanos, no entanto, são os do tipo shimeji e shiitake por conta dos restaurantes japoneses espalhados pela cidade.

O shimeji é aquele que parece uma raiz com muitas "flores". O shiitake é o parecido com o portobello, grande, mas menos arrendondado, menos perfeito. Tem shiitake cinza, branco e salmão (ou rosado). Já o shimeji eu só vi, por enquanto, nas cores cinza e branco.

Gosto bastante do cogumelo paris, que é aquele em formato de bolinha, usado na conserva e que é vendido, normalmente, fatiado. O paris fresco é branco. Em conserva, amarelo. Tem um, vendido pela marca francesa Bonduelle, em conserva, que é escuro e gordo, mas muito delicioso, muito saboroso. É mais firme que os nacionais.

Os cogumelos são ingredientes muito presentes na culinária italiana e não apenas na japonesa e chinesa, que a gente come muito refogado com manteiga e molho de soja (o soyu). Comprei um novo livro de receitas (Culinária Italiana - Trattoria Clássica (Ediouro Publicações) que traz uma receita incrível de cogumelo portobello: grelhado e refogado. Assim que vi os enormes cogumelos na feira, comprei e fiz. É a coisa mais simples: depois de lavar os cogumelos, pincele com azeite e coloque-os na grelha do forno (pré-aquecido a 200 graus) com os chapéus para cima por 5 minutos. Faça um refogado ligeiro com um bom tanto de azeite, um pouquinho de vinho branco, meio limão espremido e 2 dentes de alhos picados. Deixe levantar fervura, desligue o fogo, jogue por cima dos cogumelos e seja feliz!!!!!

 

É fantástico!

 

Se você quiser uma mais detalhada com medidas mais exatas, no Comer para Crescer tem uma receita igualmente fantástica de shimeji com salmão, gorgonzola e iogurte. Vai lá pegar a receita e fazer para os filhos um jantar de sabor incrível.

 

Beijos,

 

Patricia

(Imagem: Acervo Pessoal)