Educação e Desenvolvimento

Descobrindo a geografia através das histórias

Por Paula Rizzo

Como facilitar essas descobertas por parte das crianças

Descobrindo a geografia através das histórias

A gente adora viajar. Nosso maior luxo é ter férias gostosas e descobrir novos lugares. Sempre foi assim. Na vida de solteiro, depois na de casados e agora com filhos. Mas não é só da viagem que nós gostamos. Gostamos de tudo que envolve conhecer novos lugares: descobrir a história, a cultura, o folclore, a música e os costumes. E estar atento para tudo: os pequenos hábitos do cotidiano, o jeito de se vestir, de circular nas cidades e de curtir o tempo livre.

Nosso olhar vai para esses detalhes também nos filmes e livros, jeitos de viajar e mergulhar na cultura e história sem sair de casa. E vibramos ao perceber que a nossa filha mais velha também já cultiva esse olhar. Ela ainda pequena perguntava onde, em que país, nasceram as princesas. Vibrou ao descobrir que a Londres de Wendy, em Peter Pan, é a mesma Londres de Mary Poppins. Não é que ela reconheceu o Big Ben?!

Depois disso começou a fazer novas associações e descobertas, como a de que Ratatouille e Aristogatas se passam em Paris. Ficou curiosa sobre a Austrália após assistir Nemo.

Agora está na fase dos livros. Depois de ter lido conosco várias fábulas e contos de fadas, começou a encontrar parentesco e similaridades entre histórias de seu livro favorito - Fábulas Italianas, de Ítalo Calvino - com vários contos coletados em outras regiões da Europa. Recentemente, leu uma trilogia infantil em que a personagem principal, Otolina Brown, tem como companheiro o Sr. Munroe, que veio de um pântano da Noruega. Agora se delicia com as aventuras de Pilar no Egito.

Aos seis anos já conhece um monte de lugares, reais e imaginários. Sabe onde ficam, gosta de olhar no globo que ganhou de presente. E tem um olhar atento para a cultura dos países. Viajar assim - de verdade ou nos livros e filmes - fica muito, mas muito mais gostoso!

Se você gosta de viajar como a gente, tá aí uma boa ideia. Que vocês possam se divertir como nós!

(Foto: Arquivo pessoal)

comentarios livros, Filmes, geografia, viagens