Educação e Desenvolvimento

Do que brincar com a criança em idade pré-escolar?

Por Samantha Shiraishi
@maecomfilhos

Nesta fase, a diversão tem que ser coletiva para ser realmente boa: dos jogos cooperativos, imitando situações domésticas, às aventuras de piratas, danças e tudo que envolva mais gente

Do que brincar com a criança em idade pré-escolar?

Nas férias de verão fiquei totalmente em casa e redescobrimos em família as brincadeiras legais para pequenos de 18 meses a 3 anos. Minha filha está perto dos 2 anos, no auge da fase exploradora. Com suas aventuras, tenho relembrado boa parte das brincadeiras que encantavam os irmãos nessa fase.

Mas confesso que estou ansiosa pela próxima etapa, que considero a mais querida e meiga da infância. É quando a criança descobre a parceria e as relações de amizade, não raro saindo com um novo “melhor amigo” de cada encontro na pracinha ou na praia!

E o tal do amigo especial aparece nesta idade também, entre os 3 e 6 anos. A gente ganha um novo filho e aprende a compartilhar o filho pequeno com outras pessoas que também entendem da idade, da fase, dos gostos, percebendo como a parceria faz bem para toda família.

Se antes dos 3 anos eles “brincam ao lado”, a partir dessa idade eles imitam os maiores e “brincam junto” com outras crianças. A diversão tem que ser coletiva para ser realmente boa: dos jogos cooperativos, imitando situações domésticas, às aventuras de piratas, danças e tudo que envolva mais gente.

Com ou sem amiguinhos da mesma idade, o importante é brincar!

Especialistas afirmam que a brincadeira de criança em idade pré-escolar evidencia o aumento das habilidades: da fala, da agilidade física e da coordenação dos pequenos músculos. Quem diria que brincar é o melhor jeito de aprimorar essas habilidades?

Quer saber o que fazer?

  • Escaladas mais desafiadoras, equilíbrio, balanço, parques infantis com gangorra, carrossel, escorregador. Nessa idade é essencial ter parques muito seguros porque as crianças já têm autonomia e querem se aventurar sem os pais dando a mão ou segurando-os a todo momento!
  • Explorar ambientes naturais: observar plantas, insetos, animais da fazenda e de estimação.
  • Brincar de “faz de conta”: se vestir, brincar de compras, de médico, cozinhar, cuidar de bonecas com carrinhos e caminhas, fazer casinhas ou tocas (sob a mesa, no sofá ou com cadeiras), fingir de super-herói, polícia ou ladrão.
  • Andar em pequenas bicicletas ou patinetes firmes.
  • Jogar bola, pular, pega-pega ou mesmo jogos de cartas ou tabuleiros simples.
  • Brincar com água, incluindo aprender a nadar!

 

:)

E vale lembrar: não tem esta de menino ou menina, muitas brincadeiras são divertidas para todas as crianças e devem ser estimuladas sem preconceito ou sexismo!

(Foto: Arquivo pessoal)