Educação e Desenvolvimento

Negociar ajuda, e muito, os filhos birrentos

Por Jorge Freire Jr.

A arte de negociar com os Padawan é algo que devemos praticar todos os dias. E, acredite, você consegue até acabar com as birras!

Negociar ajuda, e muito, os filhos birrentos

Padawans fazem birras e todos sabem disso. A birra nada mais é que uma forma deles argumentarem com os pais sobre algo que querem. Como ainda não conseguem verbalizar muito bem, a birra serve para isso. E tem muitos pais que caem...

Pois bem, o meu Padawan fazia birra. Já fez em restaurantes, shopping centers, parques, para entrar na escola e por aí vai. Percebemos que pedir para ele parar de fazer birra não adiantava e só piorava!  Era aí que ele esperneava e ficava mais nervoso ainda, pois ele sabia que não íamos cair na dele. A solução que encontramos para que as birras parassem foi a negociação.

Quando o Padawan pedia algo, não falávamos não de cara. Começamos a perguntar o porquê que ele quer aquilo e tal. Veja, não negamos em primeiro momento! Deixamos ele falar para que possamos ter elementos para negociarmos. 

Depois de um tempo começamos a negociar. 

Olha, isso que você quer não vai ser possível hoje. Que tal então essa outra coisa aqui?

Negociamos algo que já iríamos fazer, por exemplo, ir ao cinema, com algo que ele queria naquele momento. Exemplo:

Uma vez íamos ao cinema e sempre compramos pipoca e um suco. Ele passou na frente de uma loja de brinquedos e ficou louco por um boneco do Hulk! Não íamos comprar aquilo e ponto! Se eu falasse isso na lata ele ia fazer birra. Então conversamos com ele e negociámos que iríamos ao cinema e ele ia ainda escolher o tamanho da pipoca e do sabor do suco! Ele deu um sorriso enorme e fomos ao cinema!

A negociação faz parte do nosso dia a dia. Negociamos a todo segundo e com todos. Eu faço isso com o meu Padawan e dou até a oportunidade dele me convencer, dependendo como foi a argumentação dele. Dizer NÃO, VOCÊ NÃO VAI GANHAR ISSO E NÃO FAÇA BIRRA irá fazer com o que seu Padawan fique atrofiado em suas argumentações. Não faça isso, ok?

Negocie e verá como tudo fica mais fácil.

(Foto: Arquivo pessoal)