Educação e Desenvolvimento

O que os adolescentes estão lendo

Seus filhos têm hábito de leitura? Que ótimo! Se não, listamos os livros mais procurados por garotos e garotas para você incentivar a leitura em casa

O que os adolescentes estão lendo

A leitura é um hábito importante em qualquer fase, em qualquer idade. Crianças, jovens, adultos e idosos encontram nos livros momentos de pura diversão. Sim, isso mesmo!

Até os adolescentes, que vivem às voltas com videogames, computadores e outros recursos tecnológicos, têm engrossado a lista de clientes de livrarias em busca de aventuras, romances e magia. 

E vale a pena estimular esse hábito. Além de incentivar a criatividade, aprimorar a linguagem e enriquecer o vocabulário, as histórias podem ser fonte de aprendizado pessoal, ao abordar temas que afligem o jovem nessa fase, como o bullying e as angústias do primeiro amor.

Mas assim como os pais se informam sobre um filme para saber se ele é adequado ao seu filho, a escolha do livro também merece cuidado.

“Sempre consulto os site das livrarias antes de comprar um livro para minha filha. Assim, me informo se o tema é indicado para a idade dela, e descubro o que tem feito sucesso entre a garotada”, conta a professora de inglês Leila Barroso, mãe de Vitória, de 15 anos.

Confira a lista dos livros mais vendidos para esse público, e escolha o que mais interessa para seu filho:

(Fotos: Getty Images e Divulgação)

1
Quem é Você, Alasca?
De John Green, pela editora WMF Martins Fontes. O autor do best-seller “A Culpa é das Estrelas” é quem assina a história de Miles Halter, um adolescente cansado de sua vida pacata e sem graça, que decide estudar em um colégio interno. Lá, conhece Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa e, como se não bastasse, problemática e extremamente sensual. Trata-se mais um drama infantojuvenil do que romance, e é indicado para leitores a partir de 15 anos de ambos os sexos, pois a história narra situações que envolvem o uso de drogas – maconha –, iniciação sexual e morte.
2
A Seleção
De Kiera Cass, pela editora Seguinte. O volume I da trilogia A Seleção é um romance juvenil inspirado em Cinderela e na história bíblica de Esther. A história mostra um reino divido em castas em que América, uma garota pobre, é escolhida para participar da Seleção, nome dado a uma competição tradicional com 35 garotas. O prêmio? A vencedora será a escolhida pelo príncipe Maxon como sua futura esposa. O livro pode ser entendido como um conto de fadas moderno e pós-apocalíptico, sucesso principalmente entre garotas a partir de 11 anos.
3
A Elite
De Kiera Cass, pela editora Seguinte. No livro 2 da trilogia A Seleção, das 35 garotas, restam apenas 6 na competição para ganhar o coração do príncipe Maxon. E a disputa se torna bastante acirrada. Quanto mais America, a protagonista, se aproxima da coroa, mais ela se sente confusa, pois os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Assim como o livro 1 (A Seleção), desperta o interesse das garotas acima de 11 anos.
4
A Escolha
De Kiera Cass, pela editora Seguinte. O terceiro e último volume da trilogia A Seleção revela o futuro de America, a candidata mais improvável da competição em que o príncipe Maxon é o grande prêmio. Ela se inscreveu por insistência da mãe e aceitou participar da competição só para se afastar de Aspen, o garoto que partira seu coração. Ao conhecer melhor o príncipe, porém, surgiu uma amizade que logo se transformou em algo mais. Este último volume da trilogia tem algumas insinuações sutis sobre sexo e faz mais sucesso entre as garotas a partir de 14 anos
5
Divergente
De Veronica Roth, pela editora Rocco Jovens Leitores. É o primeiro dos livros da coleção de mesmo nome. Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição. Não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Tris, apelido de Beatrice Prior, cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão pelo qual passam todos os jovens aos 16 anos revela que ela é, na verdade, uma divergente, ou seja, não responde às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. Este livro, assim como as sequências Insurgente e Convergente (abaixo), desperta o interesse do mesmo público de Jogos Vorazes, ou seja, meninos e meninas a partir de 14 anos.
6
Insurgente
De Veronica Roth, pela editora Rocco Jovens Leitores. É o segundo livro da coleção Divergente. A sequência tem muitas reviravoltas, corações partidos, romance e poderosas revelações sobre a natureza humana. Neste volume, as facções de Chicago estão desmoronando e Tris tem que arcar com as consequências de suas escolhas. A jovem tenta salvar aqueles a quem ama e a própria vida, enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor.
7
Convergente
De Veronica Roth, pela editora Rocco Jovens Leitores. No terceiro volume da série, a sociedade na qual Tris Prior acreditava se desfez. Diante da chance de explorar o mundo além dos limites que ela conhecia, Tris não hesita. Mas a nova realidade torna-se ainda mais alarmante do que a deixada para trás. O livro Convergente alcançou o primeiro lugar na lista de best-sellers do New York Times.
8
Extraordinário
De R. J. Palácio, pela editora Intrínseca. Auggie é o apelido de August Pullman, um garoto que nasceu com uma síndrome genética, cuja sequela é uma deformidade facial. O jovem nunca havia frequentado uma escola de verdade. Quando, enfim, decide encarar o desafio em um colégio particular de Nova York, ele tem a missão nada fácil de convencer os colegas, provando que, apesar da aparência incomum, é um garoto igual a todos os outros. Este é um superdrama que trata de aceitação social e preconceito, indicado para garotos e garotas a partir de 14 anos.
9
Maze Runner, Correr ou Morrer
De James Dashner, pela editora Vergara & Riba. Thomas, um garoto de mais ou menos 16 anos, não se lembra de nada ao acordar dentro de um elevador escuro e em movimento. Só do seu nome. Quando as portas se abrem, ele se vê rodeado por garotos na Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Thomas é mais um dos garotos que a cada mês é “entregue” pelo elevador, até que, 2 anos depois, aparece uma garota, com uma mensagem especial. É um livro de ação, cheio de tensão psicológica, pois os personagens estão o tempo todo lutando por sobrevivência. Muito procurado e indicado para jovens a partir de 14 anos, faz muito sucesso com garotos (porque o personagem principal é um menino), mas o lançamento do filme ampliou o interesse para ambos os sexos.
10
Eleanor & Park
De Rainbow Rowell pela Novo Século. Eleanor e Park são dois vizinhos de 16 anos. Park é descendente de coreano, apaixonado por música e quadrinhos. Eleanor é ruiva, usa roupas estranhas e grandes e é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias e acabam se apaixonando. É uma história sobre o primeiro amor, que trata muito de questões relacionadas a namoro e relacionamento, além de fazer referências a trilhas sonoras da década de 1980 – faz sucesso entre os adolescentes acima de 16 anos, tanto meninas como meninos. A personagem sofre muito em casa com um padrasto violento, e acaba falando algum palavrão, vez ou outra.
11
O Reino das Vozes que Não se Calam
De Carolina Munhóz e Sophia Abrahão pela Fantástica Rocco. Sophie é uma garota insegura, que tem dificuldade em se relacionar com os outros. Seu dia a dia se perde entre os caminhos tortuosos dos que sofrem com a depressão e o bullying. Com o tempo, ela vai se fechando. Desamparada e sem coragem de lidar com seus problemas, acaba descobrindo um lugar mágico: um reino onde as vozes não se calam e as criaturas encantadas se tornam reais. E é onde Sophie vai se encontrar. Um romance sobre fadas, com uma linguagem muito fácil, desperta o interesse das garotas por volta de 14 anos, com cenas delicadas como a emoção do primeiro beijo.