Família

Quando o filho quer um irmão

Por Nívea Salgado
@Mildicasdemae

Nossos pequenos pertencem a uma geração em que filhos únicos são comuns. O que o futuro reservará a eles?

Quando o filho quer um irmão

Muitas amigas, com filhos mais velhos que a minha Catarina, diziam que era comum ouvir de seus pequenos o pedido por um irmão. Aqui em casa, a filhotinha se mostrava feliz com sua condição de filha única, o que me deixava tranquila. Acontece que, de alguns meses para cá, ela cismou com a possibilidade de ter uma irmã (justamente quando ficou claro para mim que eu não teria outro filho). 

Eu não sei se o fato aconteceu porque Catarina finalmente entendeu de onde vêm os bebês (tenho algumas amigas grávidas e ela tem acompanhado o crescimento das barrigas), ou se foi porque ela ouviu alguma conversa que tive com meu marido, mas o fato é que ela passou a fazer o seguinte questionamento: "por que meus amigos não são sozinhos e eu sou?". Posso garantir a vocês que a frase dita dessa forma causa aflição imensa, justamente porque tudo o que não se quer para um filho é que ele seja só.

O mais interessante é que, desde minha infância, um dos meus maiores medos é o da solidão (puxa, acho que falei pouquíssimas vezes isso em voz alta, e me sinto à vontade para contar a vocês). Mas, ao contrário de minha filha, eu tenho duas irmãs. O que significa que, provavelmente, esse é um medo comum aos seres humanos, independente do tamanho da família que têm.

O bacana é que, quando conto a diversas mães sobre esse conflito, ouço de todas elas a mesma resposta: "essa geração que está nascendo agora terá um grande número de filhos únicos. E será normal que eles se procurem e desenvolvam laços fortes, que antes só eram criados dentro de uma mesma família. No futuro, nossos pequenos poderão aproveitar essa oportunidade para se enxergar como irmãos, mesmo tendo nascido de mães e pais diferentes".

Quem sabe não é desse sentimento de irmandade, de igualdade e de amor pelo próximo que o mundo esteja precisando nesse momento? E quem sabe não serão os nossos filhos únicos os protagonistas dessa mudança do bem?

(Foto: Acervo pessoal)

comentarios filhos, maternidade, mãe, irmãos