Moda e Beleza

Como montar um nécessaire de maquiagem completo

Listamos os itens essenciais de make para quem quer ficar ainda mais bonita num piscar de olhos

Como montar um nécessaire de maquiagem completo

A frase é antiga, mas verdadeira: uma mulher prevenida vale por duas! Ou melhor, vale por uma nova mulher. É só ter os itens de maquiagem certos no seu nécessaire. Com a ajuda da maquiladora Mariana Gorini, do Crystal Hair Leblon, listamos alguns que são considerados essenciais para você não ficar desamparada em nenhum momento do dia.

LEIA MAIS
O que não pode faltar no nécessaire do dia a dia?
5 itens de beleza que toda mulher deve ter
A maquiagem perfeita para o seu tom de pele
Como deixar a maquiagem do dia a dia interessante?

Primer: é o primeiro a ser aplicado, depois de lavar o rosto, com a função de fechar os poros, bloquear a oleosidade e evitar que a maquiagem agrida a pele. É opcional e funciona bem em peles oleosas.

BB Cream: esse produto mescla base, hidratante e filtro solar. O diferencial é que, além de dar acabamento ao make, ainda trata a pele. É uma boa opção para quem quer economizar tempo. Aplique-o depois de lavar o rosto ou após o primer.

Base: a base deve ser aplicada logo após o primer ou BB cream e serve para uniformizar e dar acabamento à pele. Existem 4 tipos:

  • Líquida: indicada para peles oleosas e pequenas correções, como esconder espinhas e manchas. O ideal é aplicá-la com pincel duo fiber (mescla cerdas sintéticas e naturais, em diferentes tamanhos).
  • Cremosa: indicada para peles secas e ideais para disfarçar manchas e linhas de expressão.
  • Bastão: para peles que precisam de correções mais severas, como cicatrizes e marcas de acne, por exemplo.
  • Pó: para peles oleosas e também para o dia a dia, pois tem textura mais leve e algumas já possuem proteção solar.

 

Corretivo: serve para corrigir pontos específicos, como olheiras, por exemplo. O ideal é aplicá-lo antes ou depois da base. A dica é escolher sempre um ou dois tons mais claros que a base. Existem 4 tipos de corretivos:

  • Líquido: dá um efeito mais natural ao make, pois não marca linhas de expressão. Ideal para peles secas e maduras.
  • Cremoso: é um pouco mais turbinado, cobrindo até as olheiras mais marcadas, manchas e espinhas. Indicado para peles mais jovens, mistas ou secas. 
  • Bastão: possui alta cobertura e é ideal para peles mais oleosas. 

 

Pó compacto: geralmente é aplicado por cima da base ou do primer. A função dele é dar uma cobertura mais leve do que a base, com um resultado mais natural. É indicado para peles oleosas, mistas e sensíveis. Tem textura mais pesada e o ideal é aplicá-lo com uma esponjnha.

Pó translúcido: por ser transparente, pode ser usado em qualquer tom de pele. Ele é mais leve que o pó compacto e dá um efeito matte na pele. Mas é preciso muito cuidado ao usá-lo, pois, se não for bem aplicado, o acúmulo de produto pode causar manchas na maquiagem. 

Blush: fiel escudeiro, o blush é peça-chave para dar um up no visual, promovendo um “ar mais saudável”. O ideal é aplicá-lo sempre com um pincel, passando das têmporas em direção à boca. Sobre o tom, pode variar de acordo com o gosto da freguesa: mulheres com pele mais clara ficam bem com pêssego e rosa. Já as mais morenas podem abusar dos bronzant.

Sombras: elas completam a maquiagem e a cor vai de acordo com a ocasião. Tons mais escuros (preto, marrom, dourado) caem bem à noite. Já o dia pede as mais suaves, como nude, prata, rosa claro etc. No verão, não tenha dúvidas: cores cítricas e pastel. Já no inverno, bordô está sempre em alta. Uma dica para não esquecer nunca: sempre que fizer um make com olhos bem marcados, aposte em um batom discreto e vice-versa. Isso mantém o equilíbrio do rosto. Sobre as texturas, há dois tipos: em pó e cremosa. A sombra em pó é mais indicada pois, além de ser mais fácil de ser aplicada, marca menos a linha dos olhos e não acumula tanto produto como a versão cremosa. 

Lápis: o lápis finaliza a maquiagem dos olhos. O mais tradicional é o preto, mas nada impede que você brinque com as cores. No verão, a dica é optar pelos que são à prova d’água, pois não derretem no calor. Aplique sempre na pálpebra inferior, na linha branquinha, dentro dos olhos.

Delineador: são os responsáveis por aqueles traços grossos nas pálpebras superiores. Os delineados mais finos ficam melhor para o dia e os mais grossos, para a noite. Ele pode ser bem chatinho de passar, sim. Mas só o treino e uma mão bem firme levam à precisão do traço. Então experimente bastante.

Batom: a escolha da cor do batom segue o mesmo critério das sombras: claras para o dia e escuras para a noite. Alguns clássicos fogem da regra, como o vermelho, que pode ser usado em qualquer ocasião. É uma questão da atitude e estilo de cada mulher.

Demaquilante: são produtos feitos para remover a maquiagem. Há três tipos: lenço (versátil, ideal para levar na bolsa), bifásico (indicado para a maquiagem dos olhos, pois remove produtos pesados) e creme (hidrata a pele). Ele é importantíssimo, pois não remover a maquiagem faz os poros ficarem osbstruídos.