Moda e Beleza

O biquíni ideal para cada tipo de corpo

Por Karen Bachini

Perdida no meio de tantos modelos e estampas? Confira as dicas e descubra qual a roupa de banho que mais vai favorecer o seu corpo nesse verão

O biquíni ideal para cada tipo de corpo

Já começou a contagem regressiva para o Natal e para o Ano-Novo, então impossível esquecer do acontecimento que vem logo após: a praia, o sol, a piscina e um pouco de descanso, que tenho certeza que todas nós merecemos!

Eu não gosto muito de me bronzear porque minha pele é muito sensível e eu fico toda ardendo, ao invés de ficar mais bonita. Porém, adoro ficar na piscina relaxando e brincando ou ir me refrescar no mar, então biquínis são essenciais no meu verão.

O grande dilema começa na hora de renovar a coleção de roupas de banho: existem muitos modelos e definitivamente esse é um tipo de compra que não pode ser feita por impulso, afinal acho que é pequena a parcela da população que se sente confortável em qualquer modelo de biquíni, né?

Mesmo não sendo muito encanada com o meu corpo, até pouco tempo atrás eu não me sentia a vontade com roupas de banho. Sempre tinha algo que me incomodava, seja no conforto, na modelagem ou na estética. Até que eu descobri que usava o formato de biquíni errado. Eu tentava me proteger mais e mais usando modelos maiores, mas no fim das contas eles faziam com que eu parecesse mais gordinha e quadrada do que realmente sou, isso porque eu não estava respeitando o formato do meu corpo.

Lendo alguns livros pode parecer complicado saber qual é exatamente o tipo do seu corpo. Talvez você tenha um misto de dois tipos diferentes de silhueta. Pode acontecer, mas é difícil, geralmente nosso corpo está contido em um dos seguintes biotipos: ampulheta (que é o famoso corpo de violão, onde as regiões do seio e do quadril são mais largas), pera (quando os quadris são mais largos e se destacam em relação ao resto do corpo), triângulo inverso (ombros mais largos que os quadris), retângulo (quando as curvas do corpo não são acentuadas - ombros, quadris e cintura estão na mesma linha) e oval (quando a cintura é menos marcada e a barriga mais saliente).

Então na hora de escolher seu próximo biquíni, por mais que não existam e realmente não devam existir regras na forma como nos vestimos, atente-se na sua silhueta e procure por modelos que realmente a valorizem. Isso provavelmente vai fazer com que você se sinta muito mais bonita, confortável e a vontade para curtir o verão.

Quer saber quais os modelos mais combinam com você? Confira as dicas abaixo!

(Foto: Arquivo pessoal)

O biquíni ideal para cada tipo de corpo
1
Ampulheta
Esse é o tipo de corpo mais versátil na hora de comprar biquínis, a maioria dos modelos veste bem, basta ter moderação. Modelos que tampam ou mostram demais o corpo não favorecem, então procure o equilíbrio, principalmente na hora de escolher a parte de baixo. Evite calcinhas com a lateral muito fina ou muito larga.
2
Pera
Para tentar equilibrar as formas, o ideal é tentar atrair toda a atenção para a parte de cima, portanto abuse de estampas no sutiã e prefira modelos com bojo. Já na parte de baixo, prefira cores escuras e laterais largas.
3
Triângulo inverso
A lógica nesse caso é exatamente a inversa do formato de corpo pera, deve-se atrair a atenção para a parte de baixo do biquíni e assim harmonizar as formas. Abuse de calcinhas estampadas, coloridas e até mesmo com volume, enquanto para o sutiã, prefira cores lisas e discretas.
4
Retângulo
Para valorizar silhuetas mais quadradas, o ideal é que o biquíni crie curvas e traga graciosidade ao corpo. Nesse caso, tanto na parte de cima quanto na parte de baixo, o ideal é abusar de babados, aplicações, bordados, laços e volumes, uma vez que eles poderão ajudar a dar uma ilusão de cintura mais fina. O modelo cortininha, tão querido por muitas de nós, também é indicado!
5
Oval
Foi-se o tempo em que os maiôs eram a opção favorita das mulheres mais gordinhas. Hoje em dia, com a variedade de modelos e acabamentos, existem muitas opções que valorizam a silhueta. A mais famosa delas é o biquíni cuja parte de baixo tem cintura alta, o chamado hot pant. Outra dica para deixar tudo no lugar e valorizar as formas do corpo é apostar nas partes de cima mais reforçadas, com alças mais grossas que, além de confortáveis, não marcam o corpo. Cores escuras e tecidos lisos são os mais indicados, mas vale tudo... O importante é se sentir bem!