Moda e Beleza

O que usar em casamentos?

Não faça feio na escolha do modelito que você vai vestir para prestigiar um casório

O que usar em casamentos?

Ao receber o convite para um casamento, a gente fica feliz pelos noivos, animada para a festa... Mas logo em seguida vem aquele pensamento um tanto aterrorizante (e talvez um pouco menos “confessável”): que roupa eu vou usar?

Dependendo da situação específica em que o casório será celebrado, é preciso prestar atenção em algumas dicas de dress code para não fazer feio.

Afinal, cada ocasião pede uma paleta de cores, um comprimento do vestido ou até permite alguma ousadia maior ao escolher os acessórios...

A atriz Adriana Birolli, estrela da novela "Império", é uma das beldades que presta atenção nesses detalhes! Para prestigiar o casamento de sua irmã Letícia, em abril de 2014, ela escolheu um modelito de cores vibrantes, brincando entre o roxo e o bordô (foto acima). Os detalhes em pedrarias, com brilho discreto, e as joias delicadas deram o toque final ao look.

Da realidade para a ficção, sua personagem Amanda já foi a mais de um casamento. Na cerimônia de Du e João Lucas, realizada na mansão dos Medeiros, durante o dia, ela adotou uma produção mais comportada, com cor sóbria - no caso, o preto -, mas sem cair na mesmice, apostando em franjas que cobrem todo o vestido (fotos abaixo, à esquerda e ao centro). O colar só um pouquinho chamativo e os brincos discretos completaram o visual.

Já em outra ocasião, o enlace de Maria Clara, que ocorreu durante a noite e em um salão, o vestido longo com transparência no colo (foto abaixo, à direita), mais alguns detalhes em brilho nas alças e cinto, mostraram-se opções mais certeiras.

 

Então, regra básica: além de considerar o tipo de situação em que a celebração vai ocorrer, é bacana lembrar do seu biótipo e sua idade.

“Cada tipo físico e faixa etária pedem alguns cuidados importantes”, argumenta a consultora de estilo Maria Angélica Duque Bellotti, parceira de Gisela Sarmet Gazineu na MAG Consultoria de Imagem e Estilo.

De acordo com as experts, entre 20 a 40 anos, comprimentos mais curtos são permitidos, porém, vale sempre o bom senso: “Curto demais pode ser vulgar, então tenha cautela”, diz Gisela.

Dos 40 em diante, prefira o comprimento mídi ou na altura do joelho. É mais elegante e adequado para a ocasião que o casamento representa.

As consultoras da MAG acreditam que mulheres altas e magras podem abusar dos longos e da calça pantalona. Para as baixinhas, a dica é investir numa sandália alta para ficar mais longilínea.

Já quem está acima do peso vai se dar bem ao apostar em tecidos mais estruturados com costura na cintura para dar forma e não marcar.

“Saias sem cós ou ainda as retas com túnicas e os vestidos soltos em tecidos fluidos ou de cintura levemente baixa vão bem com esse biótipo”, conta Renata Rila Quintino, da Rila Quintino Consultoria de Imagem.

A especialista aconselha também os decotes em V ou U e, entre os acessórios, sapatos no mesmo tom da calça, saia ou meia-calça. “É importante levar a atenção para o rosto com brincos e colares”, completa.

Para disfarçar aquela barriguinha ou torso saliente, Renata aconselha o uso de decote canoa e ombro a ombro, além de túnicas e batas e estampas no sentido vertical. Entre as saias, prefira as retas e soltas em tecidos fluidos. Já no quesito vestidos, opte pelas versões de corte império ou, ainda, retos e evasês.

“Pessoas com busto avantajado devem priorizar o decote V, porém, não podem abusar, pois pode cair na vulgaridade”, aconselha Maria Angélica. Quem possui os ombros mais largos que os quadris deve usar saias do tipo evasê, reta ou lápis em tecidos encorpados, e também as rodadas.

“Nelas, caem bem cores mais chamativas, estampas e bordados da cintura para baixo, e também decotes mais estreitos e profundos. Entre os acessórios, vale optar por pulseiras volumosas e chamativas e colares mais compridos”, sugere Renata.

Para quem tem muito quadril, a dica das consultoras da MAG é usar tecidos fluidos com um caimento que não marque o corpo. Ainda atente para a escolha de cores mais claras da cintura para cima, saias levemente rodadas e vestidos de cintura alta, corte império ou até os modelos transpassados.

Também é bacana investir em comprimentos na altura dos joelhos, blusas com decotes canoa ou redondos. “Entre os acessórios, escolha colares na altura do busto, sapatos com bico fino e saltos”, complementa Renata.

Já para quem tem pouco bumbum, uma boa dica é investir na saia lápis, que equilibra a silhueta e agrega volume ao quadril, de acordo com Gisela.

As sortudas que apresentam maior equilíbrio na relação ombros-quadril podem apostar em saias retas ou levemente evasê e praticamente todos os modelos de vestidos, evitando apenas os muito justos.

“Use também cintos e faixas para valorizar a cintura, sapatos de bico fino ou levemente arredondados e colares abaixo da linha do pescoço”, orienta Renata.

As consultoras da MAG dizem ainda que os tecidos finos com modelagem justa devem ser evitados em todas as idades e tipos de corpo. “Eles marcam o que não queremos mostrar e deixam o visual deselegante”, observa Gisela.

Confira abaixo as principais situações nas quais um enlace pode ocorrer e escolha qual modelito é mais indicado para você!

Pela manhã (até as 11 horas)

Casamento de manhã

“Os casamentos pela manhã costumam ser mais simples”, argumenta Renata. Por isso, use tailleur, vestidos curtos ou na altura dos joelhos e até mesmo saias com camisas elegantes ou blusas caprichadas. Já Maria Angélica diz que a aposta em rendas tende a trazer bons resultados. Também caem bem os vestidos de tecidos fluidos, curtos ou na altura do joelho, com cores e estampas claras (com preferência para as de tamanho menor) e, para completar, acessórios discretos de pedraria.

“Também vale apostar em macacões e pantalonas de tecidos nobres como seda. Para completar, saltos grossos, anabelas ou rasteiras elaboradas com pedraria”, Gisela acrescenta. Entre os itens a evitar, as consultoras colocam o brilho, os vestidos justos e os salto tipo agulha.

À tarde (das 11 às 18 horas)

Casamento à tarde

“O dress code é praticamente o mesmo do casamento pela manhã, podendo ainda ousar nos longos e nas cores e estampas mais escuras e do tipo animal print”, diz Maria Angélica. Renata indica que, assim como nas cerimônias pela manhã, as cores sóbrias vão bem nessas situações. “Se fizer questão de estampa, prefira as mais delicadas”, complementa.

Renata aconselha como tecidos os crepes, as sedas e rendas sem brilho, além de linho e algodão. Entre os sapatos, as sandálias, sapatilhas e escarpins são uma boa pedida – assim como nos casamentos pela manhã. Nas mãos, bolsas com tamanhos variando de médias a pequenas, como clutch, e as de festa feitas com cetim.

À noite (a partir de 18 horas)

Casamento à noite

“Ouse nos casamentos à noite!”, libera Renata. Quanto mais tarde, mais elaborado seu look pode ser. Se estiver no altar, prefira os longos, os saltos finos, os brilhos e bordados. “Caso contrário, você pode usar curtos e longuetes mais sofisticados”, diz.

A consultora indica o uso de tafetás, brocado, rendas e seda. Já a dica das consultoras da MAG é adotar vestidos de cores mais escuras com certo brilho ou pedraria em algum detalhe. Também é bacana investir em tecidos fluidos, saltos e acessórios poderosos! Evite, porém as estampas. “Elas devem ser evitadas à noite, pois corre-se o risco de o look ficar muito informal. Se for usá-las num horário mais tarde do dia, prefira as estampas escuras”, aconselha Maria Angélica. 

Para os pés, Renata indica saltos altos e sandálias para a noite. “Não use anabela e salto grosso”, avisa ela. No quesito joias, escolha as mais sofisticadas; use bolsas minaudières, carteiras preciosas e clutch com pedras.

Em restaurante ou salão de eventos

Casamento em restaurante

Como normalmente essas ocasiões são cerimônias mais íntimas, a regra é: menos é sempre mais. “Pense sempre em roupa no estilo minimalista. Aposte em vestidos de tecidos nobres ou até renda, de bom caimento, formas mais estruturadas, de comprimento mídi ou no joelho”, aconselha Gisela.

O salto alto é obrigatório! Os do tipo mais finos geralmente caem muito bem. Para complementar, bolsas pequenas ou carteiras e acessórios discretos. Estampas também podem ser usadas, porém, com cautela: as escuras são sempre mais adequadas. “Evite roupas muito curtas e muito justas em eventos tradicionais”, complementa Maria Angélica.

Miniwedding

Miniwedding

Renata observa que os casamentos realizados para poucas pessoas não exige tanto que sejam usados bordados, brilhos e longos. “Opte por curtos, mídis e longuetes, saias com blusas elaboradas, túnicas, calças mais caprichadas, tailleurs ou terninhos. Entre os tecidos, escolha chiffons, georgettes, musselinas, shantungs e rendas.” Nos pés, sandálias, sapatilhas e scarpins. Bolsas do tipo carteira ou cluch e bijouterias finas dão o toque final!

Brunch

Casamento brunch

Quando os noivos decidem fazer uma cerimônia entre a manhã e a tarde, as consultoras da MAG lembram que geralmente ela é mais intimista e o dress code indicado, o esporte fino. Nessas ocasiões, vão bem macacões, saias longas e pantalonas de tecidos nobres, ou ainda saias do tipo lápis combinadas com blusas de seda. A saia mídi com uma camisa de seda é uma das dicas de Renata.

Maria Angélica e Gisela ainda aconselham apostar em vestidos fluidos e estampados ou nos estruturados de linho. Na lista também entram o cetim, a seda e o crepe - no outono ou no inverno, também podem ser usados lã ou tecidos com mescla de lã.

Para completar, bolsas médias, acessórios com pedrarias e sapatos com salto grosso, médio ou alto. Gisela tem uma dica extra: “Esqueça o sapato fechado com roupas longas! Use-as sempre com sandálias ou algum outro sapato que deixe os dedos do pé à mostra”.

Na praia

Casamento na praia

Eis aqui outra situação em que “menos é mais”. Se a cerimônia for com os pés na areia da praia, dispense os brilhos, bordados excessivos, vestidos estruturados, volumosos e de gala. “Aproveite para colocar cores alegres, estampas, tecidos leves e fluidos. Escolha os tecidos nobres, como algodão, microfibra, jérsei e seda. "Afinal, a cerimônia é na praia, mas ainda é um casamento”, lembra Renata.

“Para driblar o calor sem perder a elegância, também vale apostar em tecidos de fibras naturais, como voil, seda e crepe de seda”, acrescenta Gisela. A dica extra de Renata são os longos que deixam os pés à mostra. Para combinar, use sandália sem salto ou sapatilha.

A consultora aconselha ainda uma maquiagem leve e um penteado natural, que deixe as madeixas caídas, ou ainda um coque desarrumado ou uma trança - compatíveis com o clima quente e a umidade da praia.

No sítio ou campo

Casamento no campo

Renata nota que casamentos no sítio geralmente são mais informais. “Opte por tons pastel e terrosos (tons bebê, nude, marrom, vinho). Use vestidos mínis, mídis e saias longas com regata de seda ou com blusas elaboradas. Evite brilhos”, enumera.

Aqui, os tecidos que vão melhor são os crepes, as sedas e as rendas sem brilho, além dos linhos e algodões. Nos pés, anabelas, sapatilhas e sapatos tipo Oxford. “Aproveite para usar chapéu”, aconselha também a consultora.

Se estiver muito frio, os tecidos podem ser mais pesados, como o veludo, crepes mais densos e tweed. Vale investir em sobretudos, peles, pashminas, tudo dependendo - é claro! - da intensidade do frio. Os boleros e estolas de pele ou veludo também podem aquecer, assim como os xales.

Casa de família ou reunião informal

Casamento informal

Nessas ocasiões, use blusas, túnicas, vestidos sem brilho (ou com brilho muito discreto), saia com camisa ou terninhos. Entre os tecidos, é bacana optar por algodão, microfibra e jérsei. “Se for inverno, invista em veludos, camurças e sedas”, complementa Renata. No quesito acessórios, vão bem as bolsas médias e pequenas e bijouterias diversas. Nos pés, sapatos ou sandálias de salto.

(Fotos: Adriana Birolli - reprodução Instagram, Alex Carvalho e João Miguel Junior/ Rede Globo; Manhã – Fit e Vanessa Montoro; Tarde – Ammis, Cecília Prado e Rapsodia; Noite – Alphorria; Restaurantes ou salão de eventos – Fit e Ammis; Miniwedding – Lez a Lez, Ammis e Alphorria; Brunch – Fit e Alphorria; Praia – Lez a Lez e Fit; Campo – Alfreda, Fit e Alphorria; Casa de família – Ammis/ Divulgação)