Moda e Beleza

Produtos anti-idade: sempre é hora de se cuidar

Da escolha do produto ideal à forma correta de aplicação, aprenda todos os cuidados para reduzir ou adiar o aparecimento de rugas e flacidez no rosto

Produtos anti-idade: sempre é hora de se cuidar

Responda rapidamente: a partir de qual idade você deve começar a usar um creme para prevenir o envelhecimento facial? Qual a maneira certa de aplicar o produto? Por que há um creme específico para a região dos olhos?

Se vacilou para responder, essa matéria é importantíssima para você. Seja por falta de informação ou até mesmo preguiça, muitas mulheres acabam deixando os cosméticos anti-idade de lado.

Resultado: perdem a chance de adiar ou reduzir os primeiros sinais da idade e ficar com a aparência jovem por mais tempo. Descubra aqui, tintim por tintim, todos os cuidados para usar estes cremes e aproveite todos os seus benefícios.

Aliados contra o envelhecimento facial

Os cremes anti-idade levam na composição ingredientes que atuam no combate aos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento cutâneo, e estimulam a produção de colágeno, proteína que atua na firmeza e elasticidade da pele.  

Há componentes, ainda, que atraem e retêm a água, mantendo a hidratação, o viço e a textura do rosto. “Porém, não se esqueça da hidratação interna também. Beba pelo menos 8 copos de água por dia”, alerta a dermatologista Silvia Zimbres. Ou seja, não bastam apenas os cremes. Você também precisa dar uma mãozinha.

Quando é hora de começar

Não existe uma idade específica. Mas quanto antes iniciar os tratamentos preventivos, melhores serão os resultados, pois você poderá adiar o aparecimento das tão indesejáveis rugas faciais.

A partir dos 21 anos de idade, a pele já começa a perder 1% de colágeno ao ano. Assim, o ideal é aplicar cosméticos anti-age a partir dos 25 anos, quando os primeiros sinais visíveis do envelhecimento começam a surgir.

“Nesta fase as células da pele começam a diminuir suas atividades, há redução na produção de oleosidade natural, colágeno e elastina e linhas de expressão finas e aparecem discretos ‘pés de galinha’, assim como o ressecamento cutâneo”, esclarece Silvia.

De acordo com a dermatologista, nesta fase, são necessários produtos hidratantes e com propriedades na redução de rugas e linhas de expressão, o que inclui ativos com efeito “botox-like” e que estimulem as funções das células. 

Anti-idade

Prevenção é a palavra-chave

A fisioterapeuta Andrea Marcondes, de 35 anos, aprendeu a cuidar da pele desde cedo. “Na juventude vi que minhas irmãs mais velhas abusaram do sol sem aplicar protetor solar, e percebi os danos que esse descuido causou ao rosto delas. Além disso, elas não investiram em cremes anti-idade, mal passavam hidratante facial”, lembra.

Por essa razão, Andrea ficou mais atenta para não seguir o mesmo caminho. Aos 20 anos procurou orientação de uma dermatologista e começou a usar cremes de manipulação formulados especificamente para seu tipo de pele, com ingredientes anti-age.

“Também nunca saio de casa sem protetor solar. Dá um pouquinho de trabalho, principalmente à noite, quando estou cansada e tenho que cuidar do rosto antes de cair na cama, mas vale a pena”, afirma.

Se você já passou dessa idade e descuidou da prevenção, não desanime. Sempre é hora de se cuidar! Se não der para adiar o aparecimento das rugas, será possível, ao menos, amenizá-las.

De olho no rótulo

Na hora de escolher o produto, é importante verificar a sua composição. Todo cosmético é sempre composto por um hidratante (com grau variado de oleosidade), substâncias antioxidantes e uma pequena parcela de agentes "rejuvenescedores". Entre estes, destacam-se as vitaminas A, C e E.

A vitamina A (ativo do ácido retinóico) ajuda na renovação celular da epiderme. Já a C estimula a produção de colágeno, promove a formação de novas fibras e auxilia a pele a se defender dos efeitos prejudiciais do sol. Enquanto isso, a vitamina E atua como antioxidante.

Cheque, ainda, se o cosmético leva ingredientes com ação anti-age, como retinol, ácido glicólico, ácido hialurônico, niacinamida, vitamina B, resveratrol, argireline e elastinol, que também atuam no estímulo da produção de colágeno e proporcionam firmeza cutânea.

Quem sofre com a acne deve ficar mais atenta e evitar os cosméticos que tenham óleo na composição. Neste caso, o ideal é optar pelo sérum, que tem textura mais leve e suave que um creme.

Aplique do jeito certo

Os cremes anti-idade devem ser aplicados duas vezes ao dia, pela manhã e à noite. Mas antes, limpe e tonifique a pele, preparando-a para receber os ativos que virão em seguida.

Pela manhã, lembre-se de passar o protetor solar com FPS igual ou maior do que 15, específico para o rosto, para impedir os danos dos raios UVA e UVB. Se o seu creme já tiver fator de proteção solar na fórmula, pule esta etapa.

Em seguida, aplique o cosmético anti-idade, sempre com movimentos suaves e circulares, de baixo para cima, para combater a flacidez. Depois, é hora de cuidar da área ao redor dos olhos, que tem a pele mais fina, e sofre com as contrações musculares envolvidas nos movimentos faciais.

O creme de contorno dos olhos atua na prevenção dos famosos pés de galinha, estimula a microcirculação, suaviza inchaços e olheiras. Para finalizar, parta para a maquiagem.

Já antes de dormir, o creme deve ser específico para a noite, que podem conter substâncias como agentes clareadores, que provocam irritações e alergias em contato com o sol.

E tem mais: os cremes noturnos (tanto para o rosto, como para o corpo e até cabelo) têm uma composição específica, já que durante o sono a renovação das células e o metabolismo estão a todo vapor e os ativos são melhor absorvidos. 

Outra dica importante é optar, se possível, por produtos da mesma marca, que contêm ativos compatíveis, que se complementam e potencializam o resultado. E evite trocar a marca dos seus cosméticos regularmente.

O ideal é insistir por cerca de três meses, período em que a pele leva para se adaptar ao produto e realmente mostrar os resultados. Depois disso, se não estiver satisfeita, aí sim, é hora de substituí-lo.

(Foto: Getty Images)