Saúde e Bem-estar

Publicação nacional é pioneira em levar informação independente para as grávidas

Por Priscilla Perlatti

Jornalista especializada produziu e lançou a Clarear, a primeira revista nacional focada em educação pré-natal

Publicação nacional é pioneira em levar informação independente para as grávidas

Quando eu estava grávida da minha primeira filha, há quase uma década, eu tinha pouquíssimas referências sobre gravidez e maternidade. As minhas fontes de pesquisa se limitavam a duas ou três revistas bem superficiais, um site genérico e alguns livros, além das conversas com minha obstetra. Fui a primeira a engravidar entre minhas amigas e não tinha ninguém próxima e com experiência recente de puerpério para compartilhar minhas dúvidas e inseguranças.

As meninas nasceram - primeiro Stella, de uma cesária que hoje eu entendo que foi totalmente desnecessária. Dois anos depois Lia, de um parto vaginal inesperado em que sofri violência obstétrica. Descobri o significado desses termos anos depois, já bastante envolvida com a blogosfera materna, onde produzi bastante conteúdo sobre a primeira infância das meninas no meu primeiro blog pessoal que se chamava Mãe de Duas (hoje fora do ar) e depois no Mamatraca, site que criei junto com mais outras mães blogueiras igualmente sedentas por troca de conhecimento de qualidade.

Nessa jornada conheci muita gente bacana com projetos igualmente interessantes. Uma delas foi a jornalista Ceila Santos, também mãe de duas e uma das pioneiras no meio digital materno, que ano passado resolveu colocar em prática um sonho há muito acalentado: produzir uma revista inteira dedicada à educação pré-natal, com informações independentes, sem o patrocínio comercial de grandes marcas ou anunciantes.

Ceila começou uma campanha de crowdfunding na internet para levantar recursos junto à pessoas físicas para a elaboração e execução de seu projeto editorial. Foram três meses batalhando por cada um dos R$ 15 mil junto aos 153 benfeitores que ajudaram a financiar a primeira edição da Clarear, lançada no último mês de agosto.

Com uma proposta não convencional, a Clarear é uma série com quatro fascículos no formato de revista. Os artigos principais do primeiro número levantam respostas para a pergunta que é uma espécie de tema gerador da edição: Estou grávida, o que devo saber agora?

Segundo a jornalista, o primeiro fascículo trata principalmente sobre gestação. "É uma revista para grávidas que não fala de parto. Feita com uma linguagem informal e reflexiva, (...) apresenta os seguintes textos principais:
- Estou grávida, o que devo saber agora?
- Quando começa a educação de uma criança?
- O que fazer quando se está grávida?
- Quem educa uma criança no útero?
- A Hora da Escolha dos Profissionais do Parto
- Qual é o tempo do gestar?"

Além das matérias, também está no ar, no site do Mamatraca, vídeos com entrevistas e depoimentos que complementam os artigos da publicação impressa.

Tenho muito orgulho de dizer que fiz parte da rede de benfeitores da Clarear. Meu intuito ao colaborar com Ceila e seu projeto foi continuar fomentando essa oferta e demanda por informações cada vez mais claras e objetivas sobre gravidez, parto e maternidade. 

Eu queria muito ter tido acesso a um material como esse há dez anos e que fico feliz que as mulheres que estão se tornando mães hoje podem contar com recursos imparciais para se informarem e optarem, com consciência, pelo melhor caminho para sua família.

(Imagem: Clarear Projeto Editorial)