Viagem

Animais não são atração turística

Por Priscilla Perlatti

O show não pode continuar: a verdade sobre o abuso de animais em entretenimento e atrações para atrair turistas

Animais não são atração turística

As férias já estão marcadas, passagens compradas, hotel reservado e agora só faltam os passeios. As crianças adoram animais, então está decidido: vão nadar com gofinhos, andar em elefantes e alimentar tigres. Afinal, que beleza que hoje essas atrações estão tão acessíveis aos turistas!

Mas, você já parou para pensar a que custo? Não falo aqui do custo financeiro, claro, mas do custo ambiental e emocional para esses bichos?

Já se perguntou como animais selvagens se tornam dóceis e domesticados a ponto de permitirem que outros animais (no caso, os humanos) subam em suas costas para um passeio ou que repitam truques em troca de nacos de comida?

O site Antes de reservar, mantido pela World Animal Protection, reúne informações que ajudam a responder a esses questionamentos. Por meio de diversos materiais de divulgação, o canal expõe a verdade sobre o tratamento desses animais que vivem em cativeiro e servem como atração turística em vários países.

O documento "O show não pode continuar - Pelo fim do abuso de animais em entretenimento e espetáculos" apresenta fatos chocantes e ensina porque andar em elefantes, passear com leões, tirar fotos com tigres, nadar com golfinhos e participar de shows com macacos dançantes pode ser um sonho a ser realizado por você, sua família e amigos, mas é extremamente cruel com os participantes que não escolheram em estar lá.

Para romper com um ciclo cheio de sofrimentos e maus tratos, é preciso abdicar desse tipo de entretenimento e aprender a se contentar a apreciar os animais silvestres em seu habitat natural. Ser um turista amigo dos animais implica em abrir mão desse capricho em prol de um bem-estar maior, que inclui as pessoas, os animais e o meio ambiente.  

O vídeo acima é uma das peças da campanha que revela os maus tratos sofridos pelos elefantes na Ásia. Para assisiti-lo com legendas em português, posicione o cursor no canto inferior direito e clique no ícone retangular (legendas/CC).

(Foto: Reprodução/Facebook - fanpage Proteção Animal Mundial)