Viagem

O passo a passo para montar uma viagem à Disney

Por Priscilla Perlatti

Tudo o que você precisa para ter as férias dos seus sonhos com a sua família

O passo a passo para montar uma viagem à Disney

Mesmo quem já está acostumado a planejar viagens fica um pouco perdido quando vai programar as férias no Walt Disney World. São tantas opções e informações que pode se tornar uma missão desvendar os pormenores de Orlando e arredores.

Eu já perdi as contas de quantas vezes fui para lá, mas toda vez que entro no “modo planejamento” gosto de cultivar certa hierarquia no processo de definição do roteiro para a Disney e sigo sempre os mesmos passos.

Passagens

O primeiro (e importante!) passo é definir as datas e comprar as passagens. Os valores, assim como o câmbio, podem variar muito de uma semana para outra, então a dica é: se encontrar um preço bom na época que você pode viajar, arremate!

A oferta de voos do Brasil para a Flórida é bastante diversificada e, para melhorar ainda mais, a cia. aérea Azul inaugura agora em dezembro mais duas rotas diárias saindo de Campinas com destino a Fort Lauderdale (a 30 km de Miami) e a Orlando.

Os voos diretos são os mais indicados para quem viaja com crianças pela tranquilidade de não precisar trocar de aeronave e minimizar o inconveniente de ter que lidar com burocracias de aeroportos.

Hospedagem

A região de Orlando tem uma rede de hotéis, apart hotéis e casas de aluguel para todos os bolsos, gostos e períodos. É preciso estabelecer quais as necessidades da família: Vocês precisam de uma cozinha? Querem proximidade aos parques ou aos shoppings? Estão em um grande grupo? Quanto pretendem gastar por diária?

Alguns lugares populares entre os brasileiros são os resorts que ficam dentro do complexo Disney, hotéis ao longo da International Drive, a área de Lake Buena Vista e os condomínios entre Kissimmee e Celebration.


Royal Rooms do Disney's Port Orleans Resort 

Ingressos

Na hora de comprar os ingressos, sugiro fortemente que você tire um tempo para estudar as possíveis combinações que os diversos tipos de opções oferecem.

Primeiro é preciso determinar quantos parques você quer visitar, se quer com a opção Hopper (onde é possível trocar de parque durante o mesmo dia), se vai visitar os parques aquáticos ou outras atrações, como o Disney Quest e os minicampos de golfe e, por fim, se quer a opção sem expiração.

Eu sei que é muita informação para um parágrafo só, por isso vale a pena consultar o site dos parques Disney (em português) ou conversar com um agente de viagens especializado para tirar todas as suas dúvidas.

Transporte

É muito difícil depender do transporte público ou táxi em Orlando. Você vai gastar muito tempo e/ou dinheiro se locomovendo entre parques, shoppings e atrações. A locação de carro é sempre a melhor pedida. Os preços dos aluguéis estão entre os mais baixos dos EUA e é relativamente bem simples dirigir pelas grandes avenidas e estradas da Flórida.

Para quem prefere férias longe do volante, há a opção de se hospedar dentro do complexo Disney e utilizar o sistema de transporte gratuito oferecido pelo resort para ir aos parques e ao Downtown Disney. Ele serve não só as atrações dentro do Walt Disney World, mas também oferece um serviço de transfer de e para o aeroporto de Orlando, o Disney's Magical Express.

Reservas de passeios/restaurantes

Existe uma grande variedade de restaurantes. Por isso, vale aplicar a mesma linha de pensamento da seleção de hospedagem quando for escolher onde comer: A família quer encontrar personagens? Tem algum tipo de preferência gastronômica ou restrição? Há limitação de orçamento?  

Com isso definido, vale dar uma olhada nas opções de cada parque ou resort - aqui tem uma lista com os 10 melhores eleitos pelos fãs - e ver o que se encaixa com as necessidades da sua família.

De qualquer maneira, fique atento à necessidade de reservas. Os restaurantes que oferecem encontro com os personagens são sempre os mais concorridos e é fundamental reservar um horário o quanto antes (as reservas abrem com 6 meses de antecedência).


Café da Manhã no restaurante Chef Mickey's no Disney's Contemporary Resort

Comunicação e facilidades online

Eu não consigo mais me imaginar viajando para a Disney sem acesso à internet. Virtualmente você pode ter controle das suas férias e assim tornar mais fácil aproveitar o tempo ao lado das pessoas que mais gosta.

O MyMagic+ é uma ferramenta de planejamento que reúne todas as informações que você precisa.  É possível, por exemplo, fazer reservas para o Fast Pass+ e restaurantes, consultar o tempo de espera nas filas, confirmar o horário dos encontros com os personagens e ter à mão os mapas dos parques!

Toda a área dos parques Disney conta com Wi-Fi gratuito (não tem como não amar a Disney!!!), mas quem estiver preocupado em manter contato direto com os companheiros de viagem, assim como com quem ficou em casa e está a espera de fotos e notícias da visita ao Mickey, pode optar pela compra de chips locais (vendidos online ou em lojas de grandes operadoras como T Mobile, Verizon ou At&T).

(Fotos: Arquivo Disney)