Viagem

Viajando sozinha com as crianças

Por Daniela Folloni
@blogitmae

Dicas para evitar apertos, se divertir e até relaxar

Viajando sozinha com as crianças

Neste mês de julho meu marido não conseguiu tirar férias. Então, não teve jeito. Fui viajar com as crianças sem ele. Afinal, passar mais de trinta dias sem aula e em casa não estava nos planos! Viajar com dois pequenos - sem babá ou alguém para ajudar - pede um esquema poderoso para não passar apertos. Aqui vão algumas dicas práticas da minha experiência.

- Escolha um destino que facilite a sua vida. As crianças querem se divertir e você, descansar... o mínimo que seja, certo? Então, como a "função"  ficaria toda por minha conta, preferi um destino que me ajudasse nisso. Me rendi a uma resort na Bahia e não me arrependo. Fez diferença ter restaurantes, piscinas, recreação, aluguel de bicicleta e tudo a poucos metros do quarto. E as crianças ainda podiam ficar mais soltas. Um navio também pode ser legal. Ou então uma cidadezinha tranquila no interior, com praça e tudo o mais.

- Economize nas malas. Sei que nem sempre é possível, mas pense no embarque e desembarque no aeroporto. Melhor ter menos volume - e leve - para carregar durante os traslados. Destinos de calor ajudam, já que as roupas são mais leves e menores.

- Se for viajar para fora do país, não se esqueça da autorização. Quando um dos responsáveis não embarca junto, ele precisa preencher uma autorização e reconhecer firma em cartório para que seu filho possa sair do país. Você encontra um modelo na internet.

- Deixe em casa aquela bolsa de mão linda. Melhor substituir por uma bolsa grande a tiracolo ou uma mochila. Mãe precisa das mãos livres! E deixe toda a documentação num compartimento de fácil acesso para não ter o stress de ter de ficar procurando uma certidão de nascimento no fundo da bolsa ao mesmo tempo que toma conta dos filhos.

- Voe em horários estratégicos. Preferir estar no avião em horários em que seu filho costuma dormir é uma dica em qualquer tipo de viagem, mas quando você está sozinha, fica ainda mais essencial!

- Aprimore-se nas selfies. Você pode pedir para outras pessoas tirarem fotos de você com seu filho, mas quando isso não for possível, o jeito é apostar nas selfies - ou você corre o risco de não aparecer em foto alguma com ele. Fica uma dica que aprendi com uma amiga dia desses: sabia que o botão de volume do iPhone também dispara a câmera do celular? Uma mão na roda, porque fica mais no jeito para manusear.

- Combine o jogo com as crianças. Explique que você estará sozinha para cuidar deles e que precisa de ajuda. Claro que isso não garante um milagre no comportamento dos pequenos, mas ajuda a mostrar que conta com eles e gera um mínimo de comprometimento em algumas situações - pelo menos aqui em casa funciona.

(Foto: Arquivo pessoal)