Saúde e Bem-estar

Pedalando a noite

Por Andrea Alves

A aventura de rodar a bike ao luar

Pedalando a noite

A vida nas grandes cidades nos moveu para uma rotina muito mais noturna que antigamente e pedalar a noite tornou-se uma febre nesses centros.

A prática de pedalar ao luar vem ganhando cada vez mais adeptos. Pessoas que querem sair do trabalho, fazer atividade física e, ao mesmo tempo, algo relaxante na companhia dos amigos.

O pedal noturno, como carinhosamente é chamado pelos praticantes, não é muito seguro se realizado sozinho, pois o volume do grupo é justamente o fator que cria a segurança contra acidentes e assaltos.

Os primeiros grupos começaram entre amigos há mais de 20 anos e logo a ideia se espalhou pela Internet. 

E para pedalar com a galera, algumas medidas precisam ser tomadas, conforme as leis de trânsito, como o uso de capacetes e luzes na bike e no corpo.

Antes de se juntar, é necessario conhecer melhor o perfil do grupo escolhido, pois alguns são para praticantes mais avançados e outros para os mais iniciantes, com trajetos diferentes para cada perfil. Alguns grupos contam com apoio de monitores e até suporte técnico.

E no caminho surgem novas amizades e programas juntos que saem das duas rodas, como jantares, encontros e até namoros, embora o bate-papo das nights de pedal fiquem mais restritos aos momentos de parada. Na magrela, o negócio é pedalar!

Além da interação social, pedalar traz inúmeros benefícios à saúde, como perda de peso e impacto reduzido nas articulações. Uma noite de pedalada pode chegar ao gasto de 1000kcal por hora. Que tal experimentar? ;-)

Aqui deixo algumas recomendações:

- Clube dos Amigos da Bike

- Night Bikers

(Foto: Getty Images)