Saúde e Bem-estar

Sushis são proibidos na gestação?

Por Patrícia Cerqueira
@Comida Boa Muda Tudo

Comer carne crua de peixe durante a gravidez ainda é um tabu. Mas você sabia que as gestantes japonesas comem esse tipo de alimento?

Sushis são proibidos na gestação?

Quando eu estava grávida do Samuel, a única comida que parava no meu estômago, durante os três primeiros meses da gestação, era sushi de salmão, além de Coca-cola bem gelada, para desespero do meu médico.

Nenhum outro alimento resistia a uma mudança hormonal que aconteceia dentro de mim. A mesma coisa ocorreu no início da gestação do Miguel.

A recomendação médica é para que as gestantes evitem ingerir alguns alimentos, entre eles, os crus, de carne a legumes, para evitar o risco de ter alguma contaminação alimentar.

Havia recebido essa orientação, mas estava muito cansada de não conseguir comer nada e com medo do único alimento que resistia aos hormônios da gestação. Passei a comer sushi com certa regularidade depois de conversar com meu ginecologista, que é filho e neto de japonês.

Perguntei se ele sabia como era a recomendação para as gestantes no Japão. Se elas ficavam proibidas de comer carne de peixe e legumes crus, bases da culinária daquele país. Ele me respondeu que não.

As grávidas japonesas comem sushis e legumes crus, normalmente, durante os 9 meses de gestação. Mas, com alguns cuidados redobrados, disse ele. Entre eles, dois são muito importantes:

  1. Conhecer e ter confiança de que o lugar onde vai fazer a refeição é limpo, segue as regras da Anvisa e trabalha com peixes de confiança, além de nunca ter tido casos de pessoas com intoxicação alimentar após refeições feitas ali. Enfim, saber se o restaurante tem uma cozinha impecável e que possa responder às perguntas da origem e cuidado com os peixes;
  2. SEMPRE comer o peixe cru acompanhado do gengibre e do wasabi, dois ingredientes que neutralizam a ação de qualquer bactéria.

 

Além disso, ele também orientou para que eu consumisse sushis feitos com peixe cozido, caso eu conseguisse. Não conseguia...

Mitos e verdades

Os médicos americanos Yvonne Bohn, Allison Hill e Alane Park lançaram, nos Estados Unidos, um livro derrubando alguns mitos da gestação, entre eles de que grávida não pode comer peixe cru. Eles só não recomendam a ingestão de salmão e atum, além de cação, porque são peixes que contêm altos níves de contaminação de mercúrio.

Em um outro livro, lançado também nos EUA, sobre mitos e verdades na alimentação de uma grávida, a autora Kristen Michaelis lembra que as grávidas japonesas comem regularmente sushi no Japão, reforçando o que descobri com meu médico.

"Há o receio, no Ocidente, de ter alguma contaminação depois de ingerir sushi. Mas não é apenas o peixe cru que pode ser fonte de contaminação por bactérias. Outros alimentos como carnes vermelhas e queijos, frios, cachorros-quentes e até mesmo vegetais crus e frutas podem ser fontes de listeria, uma das bactérias causadoras do problema de saúde e que pode afetar o desenvolvimento do feto".

Mesmo alertando para os riscos de contaminação por bactérias ou por mercúrio, a autora ressalta que o sushi é um dos alimentos de origem animal com mais nutrientes do planeta e abolir o sushi do prato da gestante pode ser um erro. O que é preciso, sim, é ter cuidado.

Foi o que eu fiz nas minhas duas gestações: só comia sushi de um restaurante que eu confiava, além de SEMPRE ingerir as carnes acompanhadas do gengibre e do wasabi - e maneirar na frequência. 

Beijos,
Patricia

(Foto: Getty Images)