Saúde e Bem-estar

Quando é hora de se calar...

Por Andrea Alves

Saiba como o silêncio pode ser um grande aliado nas relações

Quando é hora de se calar...

Comunicar-se bem é uma arte que requer treino durante toda a vida. A comunicação entre o homem é essencial desde a pré-história mas, em tempos modernos, faz-se ainda mais necessária, já que vivemos num mundo com menos barreiras e muito mais informação.

Via de regra, quem se comunica melhor acaba por ter os melhores empregos, relacionamentos etc. Até mesmo numa sessão de terapia temos que aprender a nos comunicar com o terapeuta e assim trazer clareza aos nossos pensamentos.

O problema é que, apesar da comunicação ser essencial, em alguns momentos o falar ou agir tornam-se excesso e podem fazer “qualquer bolo desandar”, como fermento.

Como quando nos desagradamos de algo numa relação, nos calamos ou logo reagimos, falando por vezes de maneira nada cordial o que nos incomodou.

Esses dias li na perede da sala de espera: “O silêncio é uma prece”. Falar e se expressar é algo importante e sublime, mas temos que entender que nossas opiniões vêm carregadas do nosso ego, da nossa criação familiar, social e muitas vezes não determinam a verdade.

Há algum tempo, depois de já ter estudado as tradições orientais e praticado muita meditação, desenvolvi uma técnica que aconselho aos meus alunos e amigos:

Quando alguém me diz ou faz algo que me desagrada, levo dois dias para responder.

Sabe aquele atitude desaforada do marido ou aquele texto grosseiro da chefe? Ao invés de reagir imediatamente, eu passo dois dias elaborando o assunto em silêncio, e muitas vezes me retiro fisicamente quando possível.

Na maioria das vezes a técnica dos dois dias funciona brilhantemente, pois me resguardei de ser ofensiva, “over-reativa” ou até de dizer coisas das quais eventualmente me arrependeria.

Procure nesses momentos manter a respiração profunda e a conexão com seu centro superior, repitindo a si mesmo que esses estados emocionais são passageiros e em alguns dias sua perspectiva sobre eles será diferente.

E mesmo depois de ter praticado muito a técnica dos dois dias, talvez você ainda reaja imediatamente e perca seu centro de vez em quando. Afinal, somos humanos!

Mas ao longo do tempo o silêncio pode provocar mudanças na sua estrutura de pensamento e mudar condicionamentos de uma maneira profunda e duradoura.

(Foto: Arquivo pessoal – Professora Aline Freitas)