Tecnologia

Hour of Code: toda criança tem o direito de programar

Por Paula Rizzo

Um projeto nasce com grandes apoiadores

Hour of Code: toda criança tem o direito de programar

Há cerca de dois anos nascia a Code.org, uma organização sem fins lucrativos criada com o objetivo de difundir o ensino de programação.

A proposta é que mais crianças e adolescentes norte-americanos, de diferentes situações econômicas e culturais, possam se interessar por tecnologia e programação, o que pode proporcionar futuramente uma maior diversidade nas vagas relacionadas à tecnologia.

A entidade já nasceu com o apoio de gigantes do mundo da tecnologia: empresas como Google, Microsoft, Amazon, LinkedIn, Apple, Dropbox, Yahoo e EA.

Criado por um ex-executivo da Microsoft, o Code.org tem entre suas principais iniciativas o Hour of Code, na qual pessoas sem conhecimento sobre o assunto podem ser introduzidas ao mundo da ciência da computação com material interativo, incluindo tutoriais de Bill Gates e Mark Zuckerberg.

A ideia vem sensibilizando um grande contingente de crianças (são mais de 6 milhões de contas) e conta com o apoio de celebridades.

Até mesmo do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, participou no ano passado do Hour of Code e se tornou o primeiro presidente norte-americano a programar um computador, mostrando que qualquer um pode aprender.

É possível programar no seu idioma (sim, tem em Português) e eles usam dinâmicas de jogos e o apelo de personagens, como as irmãs Anna e Elsa, de Frozen: Uma Aventura Congelante, para ampliar o engajamento infantil. Considero o projeto uma iniciativa muito inspiradora.

Abaixo é possível conferir um vídeo de divulgação (em inglês, mas com legendas disponíveis em português). No canal do You Tube da iniciativa é possível acompanhar os outros vídeos

(Foto: Getty Images e vídeo: Code.org/Divulgação)