Tecnologia

Mande um email para você (ou seus filhos) no futuro

Por Paula Rizzo

Tire fotos, faça vídeos, comece um diário digital e registre, assim, o melhor da infância

Mande um email para você (ou seus filhos) no futuro

Tirar fotos é algo que todos nós fazemos muito hoje em dia. A disseminação dos celulares com câmera propagou o hábito de registrar o cotidiano em foto e em vídeo. Sorte dos nossos filhos, que terão recordações mais ilustradas de seus melhores momentos de criança. Mas dá para ir além. Dá para revestir estas ‘memórias emprestadas’ de emoção e significado.

Há muito tempo eu ouvi uma mãe falar que fazia todos os anos uma ‘caixa do futuro’ para os seus filhos. Colocava dentro de uma caixa de sapatos ao fim de cada ano objetos significativos e um pequeno diário, com coisas como as principais descobertas e conquistas do ano, o nome das professoras, dos melhores coleguinhas, das músicas favoritas, das comidas mais apreciadas, os cacoetes, algumas passagens engraçadas… coisas que a gente lembra na hora mas logo se esquece com o passar dos anos. Achei a ideia muito legal. E pensei comigo: que legal para quando as crianças vierem!

Eu evolui um pouco essa ideia quando a minha filha mais velha começou a falar. Ela falava coisas divertidíssimas, mas que eu tinha certeza que a gente iria esquecer no futuro.

Coisas como: “A gente tá na barriga do elevador”, “Olha, o vizinho tem um carro fogão! - mãe: Fogão? - é mãe, um carro sem teto”, “Vou contar uma estória, mãe. Mas antes vou tomar um gole de suco para molhar as palavras” ,"Papai, conta mais uma estória? –pai: É só uma por noite, filha. - Então as outras estórias vão pras outras crianças, né?". Aí tive a ideia de criar uma conta de Twitter para registrar estas pérolas. Fiz a conta fechada, para acesso apenas da família e dos amigos.

Agora fico pensando nas emoções que a gente vive, no quanto seria legal registrar isso no calor do momento para que os filhos pudessem ter acesso um dia. E tem uma ferramentinha na web que cai como uma luva: o Future Me, que manda um email para você mesmo (ou o email que você criar para seus filhos) no futuro. Você programa a data e envia.

Uma outra ideia é fazer um blog para isso. O pernambucano Pedro Fonseca, criou o blog Do Seu Pai, um diário contínuo que faz um registro emotivo da história de seus filhos e da sua família. É aberto a quem quiser ler, bonito e generoso. Será, com certeza, um grande presente para seus filhos, quando crescidos.

Estes são todos jeitos muito humanos, simpáticos, emotivos e criativos de usar a tecnologia a favor do registro do melhor da infância. Mães, pais, avôs e avós, vocês podem usar e abusar!