Tecnologia

Um enxoval hi-tech para seu bebê

Para facilitar o dia a dia, algumas novidades tecnológicas são uma mão na roda

Um enxoval hi-tech para seu bebê

Ser mãe não é uma missão fácil, afinal, exige atenção plena à vida e à felicidade de um serzinho todo especial que acaba de chegar ao mundo.

Apesar da nova demanda que surge com o bebê, os afazeres da vida cotidiana não acabam – como o trabalho, os cuidados com a casa, a vida a dois e as visitas à família e amigos.

Por isso, é importante que as mães contem com alguns truques tecnológicos para facilitar o dia a dia com as crianças.

As amigas e mães Roberta Callijão, de 30 anos; Bruna Alvarez Alécio, de 33 anos; e Luciana Lupinacci, de 34 anos; dão dicas de novidades que a ajudam no dia a dia e fazem a diferença no cotidiano materno.

Babá eletrônica

Este é o item considerado essencial pelas mamães. Roberta, mãe de Alice, de 3 meses, conta que selecionou a sua babá eletrônica por três motivos:

  • qualidade da imagem no escuro;
  • longo alcance do sinal do monitor;
  • possibilidade de falar com a bebê, mesmo estando distante.

 

Para as mães, faz diferença poder assistir o bebê dormir, se mexer e chorar de qualquer cômodo da casa.

Móbiles de carrinho turbinados

Além de tocarem as mais diversas canções de ninar, você sabia que agora existem móbiles que reproduzem até mesmo o som do útero e do coração? Para acalmar o bebê naquelas horas que nada parece estar errado, essa é a dica da Bruna, mãe da Ana Luíza, de 2 meses.

Câmeras para smartphone

Luciana, mãe de Laura, de 3 anos, e de Beatriz, de 7 meses, comenta que equipamento traz segurança extra para os pais, já que as câmeras transmitem imagens da casa diretamente para o celular dos pais.

“Como, às vezes, saio e deixo as meninas com a babá, ficaria mais tranquila se pudesse vê-las”, comenta ela, que ainda não tem o equipamento, mas repassa a dica que recebeu de várias outras mães e achou valiosa. 

Termômetro de testa

Além de ser digital e, portanto, bem preciso, o termômetro de testa dispensa contato com certas partes corpo, evitando a intereferência devido a movimentação da criança.

“Por isso, se ele se mexe, não há problemas. Acho prático também porque o visor costuma ter cores indicando a temperatura, geralmente verde para normal, amarelo para febril e vermelho para febre”, comenta Roberta.

Luciana, no entanto, lembra um detalhe: “Quando o ambiente está muito quente e a temperatura da criança sobe, o termômetro de testa pode indicar uma falsa febre”. Atenção a esse ponto!

Aplicativo de uso diário

Bruna ainda lembra que há aplicativos (muitos deles gratuitos) que auxiliam o cotidiano das mamadas de sua filha, Ana Luíza. “O que eu uso permite registrar o tempo de cada mamada e qual o horário da última vez que o bebê mamou, bem como o crescimento geral do bebê”, diz.

Para os primeiros meses de vida da criança, quando o crescimento é constante, Bruna considera o app extremamente útil.

Monitor de sinais vitais

Por fim, uma dica supermoderna são os monitores de sinais vitais. Em formato de peças de roupa, como meinhas, basta vestir o monitor na criança para receber instantaneamente informações sobre batimento cardíaco, pressão e temperatura.

(Foto: Getty Images)