Viagem e Férias

Viajar para relaxar

Que tal programar uma viagem incluindo momentos de ócio constante?

Viajar para relaxar

Verdade seja dita, nem toda viagem permite que a família descanse integralmente, tantas as atividades programadas.

É um tal de visitar museu aqui, percorrer o centro histórico ali, almoçar naquele restaurante indicado (e concorrido, com filas) por sua amiga acolá… Ao voltarem para casa, as mães estão implorando por férias para, literalmente, descansarem das férias.

Se você não abre mão de momentos de sombra e água fresca, talvez num próximo descanso poderia (ou deveria) considerar alternativas mais “relax” para curtir com a família ou, se preferir, apenas você e seu parceiro (ou ainda só você, por que não?)

Para te ajudar, elegemos algumas opções:

1. Resorts

Para quem tem um período de férias mais amplo, nada melhor do que descansar à beira-mar. Entre os locais preferidos nas cidades litorâneas, os resorts se destacam tanto nas cidades brasileiras quanto no exterior. Esse tipo de local possui uma ótima infraestrutura. Para os pais, a alternativa costuma ser ótima, pois há uma série de atividades voltadas para crianças, sob a responsabilidade de monitores do local, e permite conciliar diversão e descanso para todo mundo.

2. Ecoturismo

Há quem considere que o contato direto com a natureza seja a melhor forma de relaxamento. Se esse for seu caso, apostar em roteiros de ecoturismo é uma ótima opção. Há hotéis e resorts que oferecem passeios em meio à flora, fauna e até roteiros voltados ao turismo marinho.

3. Paz de espírito 

Se você quer relaxar a mente e, ao mesmo tempo, adquirir conhecimentos, a ideia é experimentar agir como monges por um mês em viagens para lugares como Índia, Nepal ou Camboja. “O programa Monk For A Month oferece uma jornada de aprendizado espiritual e físico, que a ajudará a ver o mundo com novas perspectivas, encorajando-a a desafiar opiniões e compartilhar novas ideias”, sugere a publicitária e viajante Lala Rebelo, que assina um blog com seu nome.

4. Um bom vinho ou cerveja gelada

Destinos que incluem vinícolas são sempre incríveis. Além de paisagens deslumbrantes, cheias de verde, é bem interessante ver de perto as plantações, conhecer o método de produção de vinho e ainda fazer uma bela degustação no final. 

O mesmo vale para quem gosta de cerveja. Optar por um roteiro que considere visitas a ótimas cervejarias também pode ser super-relaxante e original. 

5. Ilhas paradisíacas 

Por fim, poucas cenas relaxam tanto como se imaginar em uma ilha deserta (ou quase deserta) com seu amor, amigos ou família - ou todos juntos. Dormir escutando apenas o barulho do vento nos coqueiros e das ondas batendo, acordar com o nascer do sol e ter muita areia branquinha e água do mar praticamente só para você é quase um sonho, não é? Em alguns lugares do mundo, isso ainda é possível, pois há hotéis instalados em pequenas ilhas que disponibilizam hospedagem em barracas rústicas ou cabanas mais luxuosas. Tudo dependerá apenas do seu estilo de viagem - e seu bolso, é claro. 

Viagem zás-trás

Não é porque as férias vão demorar mais um ano para acontecer que você deve engavetar os planos de relaxamento. Se tiver alguns dias de folga ou mesmo um fim de semana, também pode buscar alguma alternativa mais perto de casa.

  • No interior: sair das capitais ou se aventurar pelo interior do Estado pode ser ótimo. Nessas regiões, é bem fácil encontrar hotéis-fazendas que exploram o turismo rural, com roteiros tanto para adultos como para as crianças, que se encantam com os animais próximos aos quartos e atividades que divertem e conscientizam.
  • Na serra: hotéis nas cidades serranas também são uma boa pedida para quem tem pequenos intervalos de descanso. O friozinho da serra atrai muitos casais, mas também agrada a famílias numerosas e até com crianças.
  • Destino zen: um retiro de yoga e meditação é perfeito para quem quer relaxar. Quem tem pouco tempo pode experimentar essa “prática” de maneira profunda, participando de um retiro de yoga, que geralmente acontece em lugares lindos, com natureza em abundância. Há várias opções que duram apenas um final de semana, ideal para quem anda bem ocupada, mas quer se desligar por dois ou três dias.
  • Camping: taí outro recurso para viagens de poucos dias e com orçamento mais enxuto. Com um bom planejamento em termos de local, comida, bebidas, roupas e proteção (de mosquitos, de frio etc.), acampar com a família, amigos ou com o parceiro pode ser o máximo. 
  • Passeio musical: outra excelente ideia é viajar para um festival de música ou até mesmo apenas para curtir um show no fim de semana em outra cidade. Todos os anos acontecem centenas de eventos musicais incríveis por todo o Brasil. Mas se o tempo disponível for um pouco mais do que o sábado e o domingo, considere também viajar para festivais internacionais.
  • Viagem pra casa: já pensou em conhecer o próprio quintal de casa? "Tire um fim de semana para conhecer os pontos turísticos da sua cidade: visite museus, parques, praças, igrejas. Leve a câmera para tirar fotos. Faça tudo o que você faria se estivesse em uma viagem", sugere Lala. Se precisar de mais um impulso para parecer real, que tal se hospedar por uma noite em um hotel? Sair da rotina relaxa a mente!

 

(Fotos: Grand Mercure Summerville Resort [resorts], Lala Rebelo [retiro espiritiual e vinícolas], Hotel Fazenda Sertão das Veredas [interior]/ Divulgação)