Viagem

Como planejar uma viagem ao Japão?

Por Karen Bachini

Seu sonho é conhecer o outro lado do mundo? Confira as dicas e prepare-se para tirar os planos do papel

Como planejar uma viagem ao Japão?

No mês passado eu realizei o que era, sem dúvidas, o maior sonho da minha vida… Passei 15 dias inesquecíveis no Japão, lugar que eu queria conhecer desde criança.

Sabe quando você fica sonhando acordada com um lugar muito especial? Para mim, esse lugar sempre foi Tóquio, então às vezes me pego pensando e mal acredito que já estive lá.

Apesar de ser um pouco inusitado, o Japão é o destino da moda! Se até 10 anos atrás ninguém cogitava ir à turismo por causa do preço e da longa viagem, hoje esse país se popularizou e muitos pensam em conhecê-lo.

Porém, ainda que os valores estejam mais acessíveis e as pessoas, mais acostumadas a viajar de avião, devo assumir que não é uma viagem fácil, viu? É um dos lugares mais incríveis que eu já conheci, mas também uma das viagens que mais exigiram atenção no planejamento…

Por isso, hoje eu separei algumas dicas para quem também está sonhando em conhecer o outro lado do mundo! Vamos tirar os planos do papel?

(Foto: Arquivo pessoal)

5 dicas para viajar para o Japão
1
Passagem
No Japão, para obter o visto, é necessário comprar a passagem. Então essa é a primeira etapa para começar a planejar a sua viagem! Os preços variam muito, por isso vale a pena pesquisar bastante e fazer pesquisas periódicas com alguma antecedência, geralmente 6 meses. Existem muitos sites com gráficos de variação de valores, mas as companhias aéreas estão sempre fazendo promoções… Com paciência, os valores podem cair pela metade!
2
Visto
O visto japonês é superprático de tirar mas, ao mesmo tempo, o processo de reunir os documentos é um pouco burocrático! O consulado pede bastante coisa, mas o atendimento é ótimo. Então, se você fizer a lição de casa direitinho, geralmente dá certo. Além de documentos pessoais, como comprovante de renda, passaportes, comprovante de endereço, dentre outros, você também precisa apresentar suas passagens de ida e volta e um roteiro básico de onde vai se hospedar em todos os dias da viagem… Planejar é fundamental!
3
Datas
O Japão tem as estações do ano bem estabelecidas, o que acaba sendo muito mágico para quem mora em cidades como São Paulo, onde temos primavera, verão e inverno em um único dia! Por isso, na hora de definir quando fazer a sua viagem, escolher a estação é fundamental! A primavera costuma ser a época favorita por causa das cerejeiras, mas justamente por isso costuma ser a mais cara. Já o verão é bem intenso. Assim, se a ideia é andar bastante ao ar livre, estações com temperaturas amenas são mais indicadas.
4
Transporte
O táxi sempre facilita muito o transporte em cidades que não conhecemos bem, mas no Japão isso pode deixar a sua viagem muito mais cara! Além disso, andar de trem é mais rápido, prático e interessante… Então a dica é comprar um passe ilimitado da principal companhia de transportes do país ainda aqui no Brasil! Ele é vendido apenas para turistas e não pode ser comprado por lá, o que infelizmente frustra muitas pessoas. Porém, as linhas e estações de trens podem ser um pouco confusas para nós que não estamos acostumados. Então planejar (de novo!) bem as rotas ou ter internet no celular ajuda muito!
5
Roteiro
O que deixa todo mundo com medo de ir para um país com cultura e idiomas tão diferentes é justamente o que fazer por lá e, principalmente, "como" fazer! Por isso, elaborar um roteiro bem completo é importante. O fundamental é definir quais cidades você quer conhecer e que tipo de coisas gostaria de ver. A partir daí fica mais fácil pesquisar tudo. Na dúvida, contrate um guia para montar o roteiro com você, ainda aqui no Brasil. Geralmente eu não faço isso, mas como era uma viagem cara e relativamente curta para tudo o que eu queria ver, achei melhor não arriscar e não me arrependo! Fez toda a diferença andar por lá com coordenadas de quem entende do assunto.