Viagem

O que a criança aprende viajando

Por Patricia Papp e Fernanda Avila
@Eu Viajo Com Meus Filhos

Além de permitirem conhecer outras culturas, novos sabores e diferentes paisagens, as viagens geram oportunidades para outros aprendizados ainda mais importantes

O que a criança aprende viajando

Sempre digo que a importância das viagens, seja para uma praia vizinha ou um país exótico na Ásia, proporcionam momentos únicos em família.

Longe da rotina, da correria do dia a dia, do estresse de cobrar a lição, mandar escovar os dentes ou arrumar o quarto, temos a oportunidade de ouvir nossos filhos, conversar sem pressa, dar uma atenção que nem sempre é possível quando estamos em casa. 

E não precisamos ir longe. Um simples final de semana nos arredores da cidade onde moramos já é o suficiente!

Vou contar alguns exemplos de conversas simples, acontecimentos pequenos que trouxeram diálogos de grande importância. Isso poderia ter acontecido em casa, na nossa cidade? Com certeza! Mas nas viagens, acabam tendo um gostinho especial.  

Paciência: não é raro ficarmos parado em congestionamentos enormes nas estradas ou horas esperando um voo atrasado. Que tal aproveitar esse momento para conversar sobre “saber esperar”? 

Respeito: em nossa primeira viagem para Nova York, a Marina não dormia há três dias, de tanta ansiedade. Na hora do embarque, soubemos que nosso voo tinha sido cancelado por problemas técnicos e sairia apenas no dia seguinte. Muitos passageiros ficaram bastante revoltados e agrediram verbalmente as atendentes da companhia aérea. Aproveitemos esse momento para explicar que as funcionárias estavam fazendo o seu trabalho e que ofendê-las não resolveria o problema. 

Diversidade: a primeira vez que a Olivia viu dois homens se beijando foi em San Francisco, na Califórnia. Ela ficou curiosa e aproveitei a oportunidade para falar sobre diversidade e contar como aquela cidade tinha sido importante na luta pelo direito à liberdade de expressarmos nossas escolhas. Contamos como era antigamente e como, graças a pessoas muito corajosas, o mundo estava mudando para melhor nestas questões. 

Cidadania: quando estamos dentro do carro, aproveitamos para ensinar que não se deve jogar nada pela janela, chamamos a atenção para atitudes de motoristas imprudentes e explicamos que consequência aquela ação pode gerar. Falamos sobre o motivo das leis de trânsito existirem e por que devem ser respeitadas. 

Valorização: viajar é bom demais, mas voltar para casa é melhor ainda. Quando estamos longe, aproveitamos para falar de como somos felizes na nossa casa, com a família que temos, com os amigos que estão ao nosso redor. Sentir saudades da cama, da escola e até dos brinquedos faz com que elas valorizem mais o seu próprio lar. 

Viagens da Fer

(Fotos: Arquivo pessoal)