Viagem

Viagem com toda a família: filhos, pais, avós e tios

Por Patricia Papp e Fernanda Avila
@Eu Viajo Com Meus Filhos

Nossa família gosta de viajar junta. A diversão é ilimitada, principalmente para as crianças!

Viagem com toda a família: filhos, pais, avós e tios

Conciliar a data das férias, os desejos e a grana de pais, avós, irmãos, cunhados e filhos não é fácil! Mas quando uma viagem com toda a família se concretiza, é muito legal. São momentos inesquecíveis e muitas histórias para contar! 

Meus irmão moram longe e uma das maneiras da minha mãe reunir a família sempre foi organizando férias com todos juntos. Já viajamos pelo Brasil e até para o exterior - no nosso grupo tinha mais de 10 pessoas com idades que variavam de 1 a 60 anos, cada um com hábitos e rotinas diferentes.

Cada roteiro exige uma logística e um planejamento diferente. Quando fomos para Fernando de Noronha, ficamos todos na mesma pousada, mas em Natal, fizemos programas diferentes.

Depois de irmos todos juntos para o Piauí, eu e meu marido fomos com as crianças para o litoral do Ceará. Já meu irmão e minha cunhada deram uma esticada até os Lençois Maranhenses.

Uma das mais legais foi viajar pelo Canadá de motor home, quando alugamos dois veículos para acomodar toda a família.

Quando fomos para a Tailândia, minha filha tinha apenas 1 ano. Antes de ir conversei com meus pais, expliquei que queria fazer a viagem junto (claro!), mas que respeitaria o ritmo dos meus filhos. Se achasse que a programação estava pesada para eles, eu não participaria de todos os programas. E deu tudo supercerto. 

Alguns dias meus pais estavam com menos pilha e ficavam com as crianças para eu sair com meus irmãos e cunhados. Nos outros, a gente ficava com as crianças e eles esticavam o programa.

Conheço outras famílias que viajaram juntos para a Disney onde havia 7 crianças com menos de 10 anos e outras que fazem cruzeiros de navios com avós e até bisavós.

Nessas viagens, três dicas são muito importantes:

  1. Respeitar o tempo e o ritmo dos mais novos e dos mais velhos;
  2. Lembrar que tanto adultos como crianças ficam de mau humor quando estão com fome;
  3. Quanto mais banheiros (na casa, pousada ou hotel), menos chances de confusão!

 

(Foto: Acervo pessoal)

Viagens da Pati